sexta-feira, setembro 22, 2017


Encontro Materno em São Paulo

Oi, Mamães!

Vamos bater um papo amanhã?

Estarei no Unibes Cultural, realizando uma palestra sobre Maternidade e Carreira, amanhã, às 14:00!


Para participar, basta se inscrever aqui!

EVENTO GRATUITO!

Aguardo vocês lá!

Beijos,

Edi

#maternidade #unibes #tambor #unibescultural #mamaesvaidosas #edimariano #sp #saopaulo #evento #encontro #empreendedorismo #empoderandomaes #empoderamentofeminino #lideranca #liderancafeminina #violenciacontramulher #violenciadomestica #mulher #mulheres #blogmaterno

segunda-feira, setembro 18, 2017


Tambor Inspira: Histórias inspiradoras para um mundo melhor!

Logo no início da primavera, acontece na Unibes Cultural, o evento Tambor Inspira. Um minifestival de cultura que vai reunir pessoas interessantíssimas compartilhando ideias, conhecimentos e histórias.

Nesta primeira edição, serão 3 ciclos principais de conteúdo: Empreendedorismo, Empoderamento Feminino e Desenvolvimento Pessoal. Para intercalar esses blocos principais, acontecerão pocket-palestras, exposições e workshops cobrindo outros assuntos como fotografia, cidade, meditação, alimentação responsável e muito mais.

Programação - 23/09/2017 - Sábado - Unibes Cultural - SP

Auditório

Abertura às 14hs - Stand- Up : Inspirar para não pirar , com Jansen Serra.

Empreendedorismo, empoderamento, desenvolvimento, qual é a graça dessas palavras gigantescas? O comediante Jansen Serra descobre e conta.

15hs - Debate : Empreendedorismo - Três visões diferentes

- Pop Plus: como transformar um problema em um negócio milionário - com Flávia Durante, do "PopPlus".

- Sem sangue, nem lágrimas: como empreender se divertindo - com Phelipe Cruz, da "PapelPop".

- Empreendedorismo Social - com Renata Quintella, do Instituto Nossa Jornada.

16hs - Debate : Desenvolvimento Humano - Formas de levar para empresas.

- Conexão com o self através da meditação - com Thi Arruda, da "GQ"

- Organize já, ordem com um toque de Chi - com Margô Belloni, arquiteta organizacional.

- As pessoas querem ser melhores, a busca através do coaching - com o coach Robin Taffin.

17hs - Debate : Empoderamento Feminino - Três mulheres, três visões

- Resgate da autoestima através da autoaceitação - com Flávia Durante, do "PopPlus".

- Você, dona de sua própria imagem - com Fernanda Guedes, do "Noiva de Botas".

- Vencendo em um ambiente masculino - com Ailin Aleixo, do "Gastrolândia".

Lounge:

15hs - Workshop: Meditação na Prática - com Thi Arruda

16hs - Palestra : Maternidade e Carreira - com Edi Mariano do Blog "Mamães Vaidosas".

Tambor Inspira: Histórias inspiradoras para um mundo melhor!

17hs - Palestra: Olhares Digitais - com Melissa Szymansky.

18hs - Palestra: Por Detrás da Comida - com Ailin Aleixo.

19hs - Palestra: Marca São Paulo - com Caio Esteves e Miguel Garcia .

Hall Auditório

Exposição: O Poder do Feminino

Uma série de gravuras executadas pelo artista urbano Alexandre BP celebrando a força do feminino.

Para participar, é necessário realizar a inscrição, clicando aqui.

Bora lá?

Beijos

Edi

#empoderamentofeminino #liderancafeminino #maternidade #carreira #edimariano #mamaesvaidosas #empoderamento #lideranca #negocios #tambor #unibescultural #unibes #evento #business #carreira #filhos #criacaocomapego #mamaes #festival


quarta-feira, setembro 13, 2017


A incrível força do AMOR MATERNO!

Como mãe de três, desprovida de pensão ou qualquer tipo de ajuda paterna, sigo lutando diariamente para criar os meus filhos com dignidade. Faço tudo o que posso e o que não posso, e no final do dia, ainda falta algo! Não por minha vontade, mas por estar de mãos atadas para lhes dar mais. O que não falta e nunca faltará é amor. Amor MATERNO, carinho, dedicação extrema e muita luta, e põe luta aí. 

Se já não é fácil passar por uma separação consensual, quem dirá um divórcio onde envolve violência doméstica, sequestro dos filhos, agressão, retaliação, e falta de respeito, muita falta de respeito! Não somente comigo, mas principalmente, para com os meninos. Pois, além de terem sido privados de tudo o que tinham enquanto vivíamos em BH, continuam perdendo pelo pai negar o pagamento de pensão, um direito que lhes cabe, mas que na concepção dele, não!


Enquanto ele continua a recorrer e a fugir dos oficiais de justiça, eu estou aqui, lutando pelo sustento das crianças! Assim como me sinto abençoada por ser o "porto seguro" deles, me sinto na plena obrigação de não lhes deixar faltar nada. E mesmo lutando com todas as minhas forças, me cobro diariamente e fico pensando o que mais poderia fazer para melhorar a qualidade de vida deles. Não é fácil, mas Deus nos dá forças e esperança! 

Tenho Fé que um dia a justiça será feita, mas enquanto isso, os meus filhos continuam a viver e a precisar de recursos! E eu estou aqui, por eles, para eles e COM ELES! SEMPRE! 

O amor materno me sustenta, e eles são o maior tesouro que eu poderia desejar ter na vida!


segunda-feira, setembro 11, 2017


O que é a intolerância à lactose?

O recente aumento da oferta de produtos sem lactose nas prateleiras deve ter chamado a sua atenção. São fórmulas para crianças que são diagnosticadas com intolerância à lactose e, provável esse aumento se deva a um melhor reconhecimento desta doença pelos pediatras.

O que é a intolerância à lactose?

A lactose é o açúcar do leite, seja ele materno, de vaca ou de outros animais. E para que possamos absorvê-la, ela precisa sofrer a ação de uma enzima presente no intestino, chamada lactase. Se esta enzima não estiver presente em quantidade suficiente, à lactose chegará às porções finais do intestino, inalterada e será fermentada por bactérias da flora intestinal, produzindo ácido láctico e muitos gases.

Quais os sintomas da intolerância à lactose?

Os sintomas mais comuns costumam aparecer de 30 minutos a 1 hora após a ingestão de leite ou derivados. Ocorre um desconforto no abdômen, com cólicas, distensão abdominal, náuseas, flatulências e também pode ocorrer diarreia. Estes sintomas podem ser causados por um mal-estar ocasional, mas se estiverem ocorrendo com frequência após a ingestão dos laticínios procure o seu pediatra.

Intolerância a Lactose é a mesma coisa que alergia ao leite?

Não! Não podemos confundi-las! As alergias envolvem uma reação do sistema imunológico. No caso da alergia ao leite de vaca, a reação é contra a proteína do leite e além dos sintomas intestinais, que podem ser muito semelhantes ao da intolerância à lactose, podem ocorrer sintomas de alergia respiratória e cutânea, entre outros. Além disso, a alergia ao leite de vaca ocorre em bebês e, de maneira geral, a intolerância à lactose ocorre em crianças maiores e, principalmente, em adultos.

Na intolerância não existe reação do sistema imunológico e sim a deficiência de uma enzima, causando um quadro exclusivamente intestinal que só ocorre com a ingestão de produtos contendo lactose.

Quem pode ter a intolerância à lactose?

Existem três tipos de intolerância à lactose:


1) Deficiência congênita da enzima: é um defeito genético raro, no qual o bebê nasce sem a capacidade de produzir lactase. Nesse caso, a intolerância à lactose é permanente e já se observam sintomas com a ingestão de leite materno nas primeiras mamadas.

2) Diminuição enzimática secundária a doenças intestinais, a chamada intolerância transitória à lactose: bastante comum no primeiro ano de vida e, principalmente, secundária a diarreias prolongadas. Não existe um tempo exato para que isso ocorra, pois depende da resposta de cada criança.

3) Deficiência primária ou ontogenética: a mais comum na população. Com o decorrer da vida, existe uma tendência natural à diminuição da produção da lactase, podendo acometer qualquer indivíduo, sem uma idade específica. Pode ocorrer também na infância, em geral após os três anos.

O diagnóstico da intolerância à lactose é feito através de exames específicos e o seu tratamento está baseado em restrições alimentares, que devem ser orientadas pelo seu pediatra.

A lactose faz parte da composição dos leites e derivados, mas não é só de lactose que é formado o leite. A principal fonte de cálcio da dieta é o leite, além de importante fonte de fósforo, vitaminas e proteínas de origem animal. Além disso, nem todas as crianças necessitam da exclusão completa da lactose. Muitos toleram quantidades pequenas. Os laticínios fermentados como os iogurtes têm em torno de 50% menos lactose e muitas vezes podem ser consumidos com moderação, sem desencadearem sintomas.

Em situações de intolerância mais graves, os laticínios com baixo teor de lactose são opção interessante, além da possibilidade de utilizarmos suplementos à base de lactase (a enzima que ajuda na digestão da lactose), que devem ser ingeridos juntamente com os laticínios. Não faça exclusões dietéticas sem orientação profissional, pois poderá prejudicar o seu pequeno. De qualquer forma, se os sintomas são recorrentes, o pediatra saberá como orienta-la da forma mais adequada ou até mesmo solicitar a opinião de um especialista.

O conteúdo foi desenvolvido pelo Dr. Marco Aurélio Safadi (CRM: 54792), parceiro da NUK e professor de Pediatria da Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo e coordenador da Equipe de Infectologia Pediátrica do Hospital.

#lactose #nuk #leite #intoleranciaalactose #mamaesvaidosas #edimariano

quarta-feira, setembro 06, 2017


Babá Eletrônica Wi-Fi Fisher-Price

Um dos itens que mais gera dúvidas e questionamento na hora de montar o enxoval, com certeza é a babá eletrônica. Digo isso por experiência própria, pois precisamos verificar vários fatores antes de adquirir uma, para ter certeza de que funcionará corretamente e não faremos um investimento errado. Dentre tantas especificações, precisamos saber se o alcance é apropriado para a nossa residência, que tipo de rede opera, se não há falha e/ou atraso na transmissão e por aí vai. Confesso para vocês, que até hoje só adquiri uma babá, ainda no nascimento da Emmie, e fui muito infeliz com a escolha. Tanto que a devolvi, e não quis saber mais do assunto.

Babá Eletrônica Wi-Fi Fisher-Price

Agora, anos após tal experiência, tive a oportunidade de conhecer a babá eletrônica Wi-Fi que a Fisher-Price desenvolveu em parceria com a Multikids, a qual mudou totalmente a minha concepção sobre o assunto. 

Confesso que recebi a babá eletrônica há duas semanas, e desde a sua chegada, tenho a testado de forma intensa por aqui. Pode até parecer um período curto, mas no meu entendimento, quando se trata de uma marca de confiança e os devidos testes são realizados, o primordial é atentar-se ao seu perfeito funcionamento e estabilidade, que é o que verdadeiramente precisamos para monitorar o bebê.

Enfim, diante de todos os testes realizados, fiquei surpresa e totalmente satisfeita com a tecnologia, transmissão de imagem, voz e estabilidade que a babá eletrônica da Fisher-Price oferece. Portanto, hoje listo todos os seus diferenciais e detalhes quanto ao seu uso e funcionamento. Creio que assim, poderei ajudar muitas mamães que estão em dúvida, para que possam adquiri-la com a tranquilidade, de que farão um investimento certeiro. E digo isso com toda a transparência possível, uma vez que sou mãe de três, e sei bem do esforço que fazemos para montar o enxoval dos pequenos, nos atentando para todo e qualquer detalhe, que possa garantir ainda mais conforto e segurança para o bebê que está para chegar.

Babá Eletrônica Wi-Fi Fisher-PriceBabá Eletrônica Wi-Fi Fisher-Price

Diferenciais e detalhes:

Instalação e aplicativo para monitoramento

Se diferenciando de muitos aparelhos que encontramos no mercado, este modelo funciona via wi-fi, e o monitoramento é feito por intermédio de um aplicativo chamado EZVIZ, o qual pode ser baixado na App Store para Iphone e no Google Play para Android, de forma gratuita e ágil. É super fácil de instalar e no próprio manual da babá, encontramos todas as especificações necessárias para coloca-lo em pleno funcionamento. Resumindo, baixado o aplicativo, basta acessa-lo, registrar-se, parear a babá através do código QR (está registrado na parte inferior da babá eletrônica), e pronto! Babá funcionado a todo vapor!

A câmera da babá, deverá ser instalada de forma que tenha alcance de ângulo e visão, seja sobre um móvel, fixa ou na parede, usando para tal, os acessórios que acompanham o equipamento na caixinha. São eles:

- 2 adesivos autocolantes de espuma;
- placa de metal (abertura com diamêtro de 3,5mm), que poderá ser parafusada na parede, ou fixada com os adesivos autocolantes de espuma. Os parafusos precisam ser adquiridos separadamente, não acompanham o produto.
-  Caso o local de instalação seja metálico, ela não precisará da placa de metal. Se fixará através da sua base com auxílio do imã constante na sua base inferior.

Mais uma coisa, é necessário ter uma tomada próxima, para conectar o adaptador de alimentação, na fonte de energia.

Na parte traseira da babá, há uma entrada para cartão de memória (não incluso), e um botão de reset, que poderá ser usado para restaurar as suas configurações, conforme manual que acompanha a babá eletrônica.

Babá Eletrônica Wi-Fi Fisher-Price

Tecnologia

Com resolução de 1.0 megapixel, ângulo de visão de 111 graus e conexão wireless, ela possui luz infravermelha automática, ou seja, a partir do momento que o ambiente começar escurecer, a própria babá ativa esta luz, permitindo assim a perfeita transmissão de imagem e gravação.

Além da recepção e opção da gravação da imagem em tempo real, o aparelho ainda conta com áudio do ambiente na qual se encontra, e também com a opção da mamãe conversar com o bebê em tempo real, através do aplicativo, bastando acessa-lo do celular e/ou tablet, clicar no ícone do microfone e começar a interagir com o seu bebê. 

Para mim, é um dos diferenciais de maior relevância, pois além de sabermos exatamente como o nosso bebê está, podemos acalma-lo, enquanto nos dirigimos ao seu encontro. Um exemplo típico que nos deixa totalmente apreensivas - tomar banho correndo enquanto o bebê dorme, com medo do mesmo acordar, se afogar, cobrir a cabeça, e não estarmos presentes neste momento. Com esta babá, podemos tomar banho aliviadas, controlando totalmente a situação!

Ressaltando para o detalhe de que aquelas babás que funcionam por intermédio de transmissor e receptor a pilhas, não me desce. Isso porque como já disse para vocês, já tive, testei, reprovei e abominei. Depender de um equipamento com atraso de transmissão, que pode vir a falhar a qualquer momento, não é digno para se ter e confiar a vida de um filho. Principalmente um bebê! Então, mais uma vez, reforço que a babá eletrônica da Fisher-Price é totalmente diferente do que encontramos no mercado, e no meu ponto de vista, é a melhor!

E diante de tantos aspectos positivos, ressalto que não tive nenhuma decepção com a mesma, mas muito pelo contrário. Ela me surpreendeu do início ao fim, inclusive com a gravação e captura de imagens em formato de foto, tanto que abaixo, exibo uma destas capturas, para que tenham ideia da qualidade da imagem. Segue:

Babá Eletrônica Wi-Fi Fisher-Price

Diante das informações e imagens acima, creio que não preciso dizer mais nada, certo?

Além de ser simplesmente perfeita, a babá eletrônica da Fisher-Price, torna-se indispensável para as mamães que precisam ausentar-se do quarto do bebê enquanto o mesmo dorme, tendo a oportunidade de realizar outras atividades na casa, ao mesmo tempo em que o monitoram de forma segura, eficiente e prática.

Bora compartilhar com as gravidinhas e já mamães?

Beijos

#babaeletronica #fisherprice #babaeletronicafisherprice #multikids #babaeletronicamultikids #babaeletronicawifi #mamaesvaidosas #edimariano #enxoval #bebes




terça-feira, setembro 05, 2017


Semana de Combate e Prevenção à Síndrome Alcóolica Fetal (SAF)

Pediatras, ginecologistas e obstetras, realizarão ação especialmente voltada às crianças e adolescentes no Parque Trianon, com o objetivo de educar desde a primeira infância, formando uma mentalidade responsável em saúde 

No domingo, 17 de setembro, pediatras, ginecologistas e obstetras de São Paulo, invadirão a Avenida Paulista para alertar crianças e adolescentes, sobre os riscos do consumo de álcool durante a gravidez. A iniciativa faz parte da Semana de Combate e Prevenção à Síndrome Alcoólica Fetal (SAF), promovida pela Sociedade de Pediatria de São Paulo (SPSP), Sociedade de Obstetrícia e Ginecologia do Estado de São Paulo (SOGESP) e pela Federação Brasileira das Associações de Ginecologia e Obstetrícia (Febrasgo), com o apoio institucional da Associação Paulista de Medicina, Associação Brasileira das Mulheres Médicas, Academia Brasileira de Neurologia e Academia de Medicina de São Paulo. 

Uma ação especial ocorrerá no Parque Trianon, onde médicos e voluntários, farão um tête-à-tête com as crianças, com atividades recreativas idealizadas para a formação de uma consciência em saúde responsável ainda na infância, em particular no que diz respeito ao perigo, cientificamente comprovado, da relação entre bebidas alcóolicas e a gestação de um ser humano. 

Das 10h às 14h, haverá no Trianon oficinas de desenho e pintura. Também serão distribuídos panfletos, cartilhas, camisetas e jogos. 

“Diferentemente das edições anteriores, nas quais grávidas e demais mulheres eram o público central da campanha, desta vez às luzes se voltarão exclusivamente aos pequenos. A avaliação da SPSP, da SOGESP e Febrasgo e das demais entidades médicas é a de que dessa forma trabalha-se a prevenção por meio do esclarecimento. Isso sem falar no poder multiplicador que uma criança possui no ambiente familiar, entre os amigos de escola e assim por diante” afirma Conceição Aparecida Mattos Segre, presidente do grupo de trabalho Efeitos do Álcool na Gestante no Feto e no Recém-nascido. 

De acordo com Claudio Barsanti, presidente da SPSP, é um compromisso da Sociedade de Pediatria com a população, gestantes, mães e crianças combater a versão equivocada e perigosa de que uma pequena dose de álcool pode não fazer mal ao feto de uma grávida.
“Podem existir consequências graves como malformações congênitas faciais, neurológicas, cardíacas e renais, até alterações de comportamento. Os médicos devem orientar tolerância zero às bebidas alcoólicas na gravidez”, diz. 

Lançada em 2010, a campanha “Gravidez sem álcool”, tem a proposta de conscientizar a população e as gestantes, sobre os riscos e efeitos nocivos da ingestão de bebidas alcoólicas durante a gravidez. 

Artistas e personalidades de diversas áreas, têm abraçado a causa, como as apresentadoras Patrícia Abravanel e Glória Vanique, as atrizes Bárbara Borges, Deborah Secco, Fernanda Machado, Paloma Bernardi, Natália Rodrigues, Alinne Moraes, além da campeã mundial de vôlei Fofão e dos elencos de Corinthians, Palmeiras e Santos. 

Semana de Combate e Prevenção à Síndrome Alcóolica Fetal (SAF)

Dia: 17/09/17
Horário: 10h às 14h
Local: Parque Trianon – Rua Peixoto Gomide 949 – Cerqueira César – São Paulo
Mais informações: (11) 3853-0770 ou (11) 3873-6083

#gravidezsemálcool

segunda-feira, setembro 04, 2017


Quando a maternidade conflita com a vaidade...

Cá estou eu para trocar algumas ideias, e mais uma vez, expor alguns pensamentos acerca da maternidade.... 

Mãe que não dorme, não come, não faz xixi, não toma banho e por aí vai.... Disso tudo já sabemos, manjamos e operamos no automático. Mas, espera aí, automático? Como assim?

Pois é, muitas vezes a exaustão nos pega de tal forma, que acabamos esquecendo que não somos máquinas. Como mães, queremos e devemos fazer o melhor para os nossos, mas e como nós ficamos na situação? Não ficamos, aguentamos firme, respiramos, e prosseguimos com a rotina diária de cuidados para com os nossos. 

Só que pensando bem, se a máquina que está programada para executar atividades repetitivas por horas, dias, meses e anos, falha, quem dirá uma pobre mortal! E aí, quem vai cuidar das crianças? Mãe é insubstituível, lembra?

Por isso, hoje deixo um lembrete bem básico, não somente para vocês, mas que sirva de lição pra mim também! Precisamos de algum tempinho pra gente, pra respirar, se recompor, ganhar forças, e ter ainda mais disposição. E se não for possível, e se eu tiver mais de um filho, e se, e se..... Aí eu tenho um exemplo na cartola, EU! Como sabem, cuido, educo, dou amor e atenção, para os meus três filhos sozinha, dia e noite, noite e dia, e não troco a minha vida por nada neste mundo!!! Se Deus me concedeu tal glória e benção, eu posso me considerar a mulher mais sortuda e feliz! 

Mas e como você tira o tal do tempinho, Edi?

Eu consigo! Aprendi a conseguir! Não é fácil, mas temos que ser mais espertas que o tempo, e dominar a situação. Então, defini um horário (que muitas vezes é flutuante), mas é meu! E ele funciona exatamente após as crianças chegarem do colégio, jantarem, fazerem a devida higiene e irem descansar. É claro que com o Éric não posso pontuar da mesma forma, mas com aquele jeitinho de mãe brasileira, sempre nos adaptamos e vencemos o relógio, mesmo que por alguns minutinhos.

O importante é ir tentando até conseguir, mas tudo com muita calma e amor. Sem pressa, sem culpa, sem desistir!

Mãe é mãe pro resto da vida, e não podemos nos culpar inclusive, por não nos cuidar! É muito mas fácil perseverar e conseguir, mesmo que seja num único dia por mês, do que se entregar para a lamentação e desacreditar de si própria!

Com amor, com paciência e com dedicação, tudo funciona, caminha e dá certo! Basta perseverar!

Beijos


terça-feira, agosto 29, 2017


Abandono material é crime!

Muito mais que assumir o papel de homem, é assumir o papel de PAI!

Aquele que mesmo após a separação, sabe das suas responsabilidade, e as assume! Mas não é bem assim que as coisas funcionam. 

Nem sempre, os homens são dignos de assumir o seu papel, e principalmente assumir os seus filhos. Sim, porque ser PAI, não é só carregar consigo a foto dos filhos no celular, e ficar exibindo para os amigos.

Ser PAI, é alimentar, vestir, educar, ser PAI, é suprir todas as necessidades dos filhos, e não os deixar passar dificuldades.

Eu fico aqui pensando, como um "pai" que se recusa a pagar pensão alimentícia, consegue colocar a cabeça no travesseiro e dormir? Como ele tem paz, como ele vive bem consigo próprio, cometendo tal crime?

Abandono material é crime!


Pois é, e não somente os meus filhos passam por tal situação, como milhares de outras crianças, que são privadas daquilo que é um direito delas, e obrigação dos pai!

Como sabem, eu sustento os meus filhos sem ajuda alguma do pai, não por opção, mas porque este, além de ter me agredido na frente dos filhos, os ter sujeitado a situação do sequestro e outras situações tristes, ainda foge do oficial de justiça para não pagar pensão! 

Não paga pensão, foge, não assume a sua responsabilidade, e ainda se faz de vítima! 

Vítima são as crianças, que não tem culpa das atitudes dos adultos, que não podem assumir as responsabilidades dos pais, e mesmo assim, pagam um preço alto por isso!
Abandono material é crime!

No meio disso tudo, eu só consigo pensar numa coisa, que lembranças as crianças terão lá na frente? Da mãe que se sacrificava por elas, para não lhes faltar nada, ou daquilo que lhes foi negado por irresponsabilidade do pai? 

Eu, no meio disso tudo, faço o possível para que estas não participem de nenhum assunto que envolva processo, pensão, dinheiro.... mas eles não são bobos, sabem quem está lutando e se sacrificando por eles! Quem verdadeiramente está presente em todos os momentos, e por todos os momentos de suas vidas!

Eles podem ser crianças hoje, mas com certeza, serão adultos bem esclarecidos amanhã!


#pensaoalimenticia #leimariadapenha #abandonomaterial #divorcio #filhos #maternidade #maedetres #mamaesvaidosas #mariadapenha #agressaocontraamulher #pensao

quarta-feira, agosto 23, 2017


O divórcio não isenta das responsabilidades paternas...

Pode até parecer um ursinho, mas é um bebezinho de verdade, que precisa de cuidados, atenção, amor, carinho, e também de recursos financeiros para crescer dignamente.

Quando o casamento acaba, é primordial que os lados tenham discernimento e responsabilidade suficiente, para entender que os filhos não tem culpa e muito menos, podem ser penalizados pelas ações dos pais.

Infelizmente, nem todos pensam assim... e com atitudes irresponsáveis, fica muito mais fácil negar o filho, do que assumir a responsabilidade e dar um futuro digno ao mesmo.

Sim, eu me refiro a pensão alimentícia, bem necessário e indispensável para os filhos. 

Há quem prefira se esconder covardemente do oficial de justiça, há quem prefira se fazer de vítima, e há os pais de verdade!

O divórcio não isenta das responsabilidades paternas...

Eu não consigo entender, sinceramente, aqueles que rejeitam o seu próprio sangue, e usam a ganância e a retaliação, para prejudicar os seus. Prefiro pensar que ainda há pessoas boas no mundo, e tenho certeza absoluta que o meu coração é cheio de bondade, amor, compaixão, e acima de tudo, respeito pelos meus filhos.

Sim, eu os sustento sozinha, eu os alimento, eu crio três crianças, meu sangue, meus filhos, para que cresçam da melhor forma possível! Para que tenha direito à educação, para que tenham comida na mesa, para que tenham remédios, vitaminas, pomada de assadura, para que tenham acesso ao indispensável para viver!

Eu me viro, eu me desdobro, eu vendo o que puder, não sou materialista e nem nunca serei.

Quantas vezes abri mão de itens básicos para mim, para que não faltasse nada para eles!

Hoje, passei por mais um constrangimento na minha vida, uma audiência de despejo, pois como disse, tudo centralizou em mim, e não será por irresponsabilidade alheia, que deixarei de cumprir com o meu papel de MÃE!

Eu sou mãe e o que mais precisar para os meus filhos! Ouvinte, amiga, educadora, confidente, sou o braço direito, o braço esquerdo, sou e serei tudo que eles precisarem nesta vida!

Mesmo sozinha, não desisto de lutar, de correr atrás do melhor para eles, e tenho certeza de que venceremos! Porque quando você se dedica e se entrega verdadeiramente por amor, será com amor que sua vida se transformará! 💙

#pensaoalimenticia #abandonomaterial #maternidade #leimariadapenha #divorcio #separacao #mariadapenha #mamaesvaidosas #edimariano #filhos #despejo #maedetres #mamaesolo #maesolo #curitiba #cwb #pr #parana

sábado, agosto 19, 2017


Umiditá Libbs

As transformações hormonais são radicais na gravidez. E associadas à estas, o ganho de peso, pode desencadear o surgimento de estrias e também a flacidez cutânea. Sem falar que a cada mês, a sensação de peso nas pernas e pés, pode gerar ainda mais desconforto e incômodo para a gestante.

Umiditá Libbs

Pensando nisto, a Libbs, desenvolveu uma linha específica e de fato eficaz, para prevenção de estrias e flacidez, e também para o conforto e alívio de pernas e pés. Trata-se de Umiditá Gestante, uma linha realmente potente e funcional, que além de prevenir as estrias e flacidez, promove também a hidratação corporal, justamente por contar com ativos poderosos que retêm a umidade natural da pele. Já para os membros inferiores, ativos que refrescam e estimulam a circulação sanguínea. E passado tal período, já no pós-parto, mais um produto eficaz na recuperação da elasticidade e firmeza da pele.

Os produtos:

Umiditá Libbs

Umiditá Gestante Corpo é uma loção hidratante desenvolvida para o uso durante a gestação, período em que a pele sofre rápido estiramento e pode apresentar estrias. Sua fórmula contém componente lipídicos semelhantes aos da pele, que atuam preservando a umidade e restaurando a barreira cutânea na medida em que a pele se modifica durante a gravidez, além da Vitamina E com ação antioxidante e Alantoína que confere renovação celular.

Preço Sugerido R$ 83,00.


Umiditá Gestante Pés e Pernas é um creme gel hidratante indicado para pernas e pés durante a gravidez, que restaura a barreira cutânea e sua capacidade natural de reter água, além de refrescar e reduzir a sensação de pernas cansadas durante a gestação. Umiditá Gestante Pernas e Pés contém ação sinérgica dos seus ativos Centella Asiática, Legactif, Manteiga de Karité, Frescolat X-cool, possuindo ação descongestionante e agradável alívio contra os desconfortos nas pernas e pés. Hipoalergênico, dermatologicamente testado.

Preço Sugerido R$ 44,00

Umiditá Libbs

Umiditá Mamãe Pós-Parto é um hidratante funcional desenvolvido especialmente para uso pós-parto. Umiditá Mamãe foi testado e aprovado com o objetivo de restaurar a pele que sofreu estiramento durante a gestação. A formulação de Umiditá Mamãe contém componentes da pele, que atuam preservando a umidade, restaurando a barreira cutânea. Sua formulação proporciona uma aplicação rápida, formando um filme uniforme sobre a pele, proporcionando hidratação prolongada. Contém ainda em sua formulação a vitamina E, que atua como antioxidante, e a alantoína, que atua na renovação celular.

Preço Sugerido R$ 83,00.


Sendo uma marca 100% nacional, a Libbs desenvolveu a linha especificamente para as necessidades das nossas gravidinhas, se comprometendo com o bem estar das mesmas, e garantindo a formulação segura dos seus produtos, neste período tão lindo e especial na vida de uma mulher.

Por isso, hoje deixo a indicação de Umiditá, bem como a minha aprovação para vocês!

Beijos


#libbs #umidita #gravidez #gestacao #gestante #maternidade #pele #skin #mamaesvaidosas #edimariano #mulher #cwb #curitiba #pr #parana #estrias #parto #posparto @LibbsFarmacêutica​
 
Copyright 2013 Mamães Vaidosas por Edi Mariano