quinta-feira, outubro 26, 2017


Maionese Capilar Light Salon Line #todecacho

Confesso para vocês, que há muito tempo estava doida para testar a Maionese Capilar Light da Salon Line, e como finalmente consegui, hoje trago a minha opinião na integra acerca do produto.

A começar pelo cheirinho delicia, o produto tem uma textura bem gostosa e o resultado, melhor ainda! 

Maionese Capilar Light Salon Line #todecacho

Num pote idêntico ao de maionese de 500 gramas, carrega em seu interior, uma verdadeira "bomba" para hidratação capilar.

Uma coisa que me chamou muito a atenção no rótulo, foi o fato de carregar "light" em seu nome. E vocês sabem o por quê?

Porque o produto é totalmente livre de sulfato, parabéns, petrolato, parafina e óleo mineral! Sensacional, girls! Além disso, o produto não é testado em animais e não compromete a natureza! Gamei demais!


Maionese Capilar Light Salon Line #todecacho

Outro diferencial do produto, é que carrega em sua embalagem, um descritivo acerca dos tipos de fios capilares e seu grau de curvatura. Eu achei a dica sensacional, pois os meus fios não são lisos, mas ondulados, e através do rótulo, pude constatar que me enquadro no nível 2A! :-)

Maionese Capilar Light Salon Line #todecacho

Mais uma confissão para vocês ainda neste post! rs

Para testar a máscara, passei alguns dias usando shampoo anti resíduos e após, não aplicava nenhum condicionador nos fios. E para quê? Para deixar as madeixas ressecadas, pois como tenho os fios oleosos, inventei esta arte, para ver o que daria. E adivinhem só? Adorei! hahahaha

Se fiz certo ou errado, não sei, mas que rolou um super resultado depois disso, rolou! Nos dias seguintes, lavei como de costume, e logo em seguida, apliquei a máscara no lugar do condicionador, e o resultado foi sensacional. Fios super hidratados, volume na medida certo, muito brilho e viço, e um cheirinho delicioso.



Como disse, ele tem uma textura bem gostosa, de um sensorial macio e que envolve os fios, formando assim uma película, a qual vai resultando em desembaraço e leveza. Por aqui, dois minutos de ação foram suficientes, e após isso, já pude curtir o resultado. De qualquer forma, em sua embalagem há todo um descritivo, envolvendo a gramatura e tipo dos fios, tempo de permanência, frequências de uso e tudo mais, de forma que possamos utiliza-lo de forma correta, e usufruir de todos os seus benefícios.

Maionese Capilar Light Salon Line #todecacho

Achei o máximo na tampinha do produto, o alerta de que não se trata de um produto comestível! Porque pela embalagem bem que confunde mesmo, mas quando o abrimos, o cheirinho já remete a ser um produto para cabelos, e que produto!

Maionese Capilar Light Salon Line #todecacho

Enfim, para quem procura um produto poderoso, acessível e com excelente rendimento, sugiro muito que teste a Maionese Capilar Light de Salon Line. E podem ter certeza de que o produto é muuuuuito bom mesmo, caso contrário, eu não estaria deixando mais esta dica para vocês!

A embalagem com conteúdo de 500 gramas, tem o preço sugerido em torno de R$ 19,90, e pela frequência de uso indicada na embalagem, deve durar uma eternidade!

E aí, curtiram a dica? Bora compartilhaaaaar!

Beijocas

#todecacho

terça-feira, outubro 17, 2017


A autoestima é o sistema imunológico do cérebro

Olhar-se no espelho e aceitar o que está vendo. Acreditar que aquela pessoa ali, é alguém forte, e que tem o poder de comandar a própria vida e fazer as suas próprias escolhas. Enxergar dentro daquela mulher, o porto seguro de alguém, ou de alguns.

Certamente que depois da maternidade, a sua concepção como mulher deve ter mudado. Pudera, pois ao longo de toda a gestação, todo aquele bombardeio de emoções, de mudanças hormonais e a insegurança de saber o que estava por vir dali pra frente, fez-se a enxergar na posição de uma mulher enfraquecida. Mas será que é realmente isso o que acontece? Será que a maternidade, e todo o seu poder de abraçar o mundo, de fazer as melhores escolhas, e de carregar todos os outros no colo, nos permite o sentimento de fraqueza?

Aos meus olhos e entendimento, não! Ser mãe e receber todos os seus atributos, faz da mulher uma pessoa ainda mais forte e imponente. Nos tira da zona de conforto, e nos mostra bravamente, que podemos ir além de qualquer força, de qualquer limite e que pra nós não existe a palavra impossível. Os sentidos se abrem de forma que, estamos preparadas para enfrentar qualquer tipo de adversidade, de situação, de medo ou de dor. E se estamos preparadas para tudo isso, também estamos para nos amar frente ao espelho. 

Esqueça aquele corpinho que vestia calça 34, 36... agora você ganhou as curvas mais bonitas que a vida poderia lhe dar... e elas não vem da fatia de pizza, mas sim do amor, do amor materno, da concepção, de um mundo novo que lhe abrirá portas e lhe dará a oportunidade de ser uma pessoa ainda melhor. Porque o corpo pode voltar e entrar naquele velho jeans, mas a mente, a mente jamais voltará a ser a mesma. A mente de uma mãe é uma máquina com poderes incalculáveis, pois ao mesmo tempo que se programa para enfrentar o dia com tantas variáveis, ainda tem o poder de fazer a oração mais forte, e proteger o filho com apenas um pedido. 

Nós não somos apenas mulheres, somos feitas de poder, de amor e de energia. Se podemos e temos a condição de gerar outras vidas, o que pode vir a querer nos segurar? Somos fontes inesgotáveis de persistência, comprometimento e fé. E não será um jeans velho ou um homem insensato, que tirará toda a nossa força, a nossa magnitude e o nosso poder. Se ontem fomos garotinhas indefesas e frágeis, hoje somos o maior exemplo que a vida poderia dar de parcimônia, de resiliência, de amor e dedicação.

Somos o verdadeiro significado da palavra comprometimento, aceitação e vida! E se aceitamos amar alguém que é gerado no nosso ventre, a ponto de viver exclusivamente por este amor, o que nos privaria de amar aquela mulher ali, em frente ao espelho, que tudo faz de melhor para os seus? Aquela que garante a comida da mesa, que é motivo de orgulho para os seus, e que nunca deixará de acreditar que pode fazer da vida do filho, um lugar ainda melhor e mais seguro?

Se podemos curar uma febre com o poder de apenas um beijo, quem dirá se verdadeiramente nos aceitarmos como somos, e usar toda essa rica energia para fazer o bem, e lutar pelos nossos sonhos?

Eu aprendi a enxergar a mulher do espelho, eu aprendi a ama-la, aceita-la e deixa-la conduzir a minha vida. E nos mais eu aprendi, que aquela mulher que sempre esteve ali, nada mais era do o meu próprio eu! E ela sabe a força e o poder que tem! E você, já revelou o seu?

Beijos

#liderança #liderançafeminina #empoderamento #maternidade #forçamaterna #autoestima #mamaesvaidosas #edimariano

quinta-feira, setembro 28, 2017


Diversidade X Vieses Inconscientes

Lembro-me que quando criança, era chamada constantemente de "palmito" no colégio. Tal ato dava-se em função de ser muito branca (transparente), e ter as pernas extremamente finas. Não passava sequer um dia, sem sofrer uma ofensa, ou ser deixada de fora de alguma atividade por conta disso. 

Com tal situação, acabei me isolando, e ao invés de participar de grupinhos colegiais, eu me isolava do mundo, e no meu quarto vivia em função da literatura. Ali era o meu porto seguro, era o meu espaço, e ao contrário de sair ofendendo as pessoas, eu mergulhava em cultura e conhecimento. Hoje, consigo me visualizar ali, naquela situação. Eu poderia ter crescido e me tornado uma pessoa revoltada, ou naquela época, sair respondendo as ofensas com outros tipos de ataques ou chiliques. Mas não o fiz! A minha solução e saída para tais situações, era o isolamento e o silêncio. Para mim, fazia mais sentido me ocupar com coisas que me faziam feliz, do que gastar energia com brigas e/ou discussões. E se com 12 anos eu já tinha tal pensamento, hoje, vejo o quanto fui corajosa, resiliente e pacífica. Mas infelizmente, nem todo mundo pensa ou age assim. E não estão errados! O que aconteceu comigo no "ontem", hoje faz-se de forma muito pior, e numa proporção tão grande e desenfreada, que se não houver um basta, o caminho será ainda mais triste e devastador. 

Atualmente, o desrespeito é tanto, que quando falamos de diversidade, automaticamente pensamos em preconceito, padrões estabelecidos e vieses inconscientes. E não somente por parte de pessoas, mas por marcas, que priorizam imagens viáveis ao seu contexto, deixando de fora, toda e qualquer pessoa, que possa a vir gerar polêmica, pela sua opção sexual, cor, condição social, histórico de vida, currículo e inclusive pela maternidade. Sim, porque para muitas marcas, mulheres que têm filhos, fogem dos padrões empresariais, uma vez que estão propicias a faltar, a ter imprevistos, e assim não ter uma perspectiva promocional a longo prazo. Mas e aí, este pensamento faz parte do nosso contexto atual? De forma alguma! E não somente está ultrapassado, como outras GRANDES MARCAS, assumiram esta bandeira, e tem veiculado de forma intensiva, campanhas e manifestos a favor da diversidade! 

Sim, porque não há um padrão para beleza, para inteligência, para eficiência e/ou eficácia, e muito menos para que possa nos enquadrar num cargo específico, por ser homossexual ou um "palmito", revendo o meu próprio contexto e cor. Eu continuo sendo muito branca, mas nem por isso deixei de evoluir e ter a minha vida. Muito pelo contrário!

Cada ser é único, e dentro da sua vivência e experiência, pode dar o seu melhor, e fazer acontecer em qualquer situação. Seja ela, um exemplo de determinação, de autocontrole, de amor próprio e autoestima, ou pela grande bagagem profissional, especialização, domínio de línguas e educação. Todos nós merecemos respeito, não somente pela vida que escolhemos ter, mas pela forma que viemos ao mundo. Se somos branquelos, ruivos, negros, pardos, hetero ou homossexuais, isso condiz ao nosso "EU". E partindo do princípio que o respeito faz-se único para toda e qualquer situação, não queremos apenas sermos lembrados pelo nosso estereotipo ou opção sexual, mas sim, pelas qualidades que nos destacam e nos evidenciam ao longo da nossa vida, bagagem esta, que ficará para os nossos, sejam estes nossos filhos de sangue, ou aqueles que a vida nos deu! Pode ser um amigo irmão, um animalzinho de estimação, ou uma empresa que nos acolheu na hora que mais precisávamos de apoio. Sempre haverá uma porta aberta para todos nós. Basta não ter medo de bater e entrar, e ter orgulho de quem somos e podemos nos tornar! Se ontem fomos alvos de ataques e ofensas, hoje podemos ser pessoas ainda melhores por um futuro melhor!

Beijos


terça-feira, setembro 26, 2017


Recomeço...

Depois de alguns dias em São Paulo, ontem voltei para Curitiba, com uma nova meta na VIDA! A meta do RECOMEÇO, da transformação na minha vida, e como dizem por aí, da merecida "volta por cima". Chega de sofrer, chega de chorar, de passar por situações contrangedoras, e principalmente, chega de deixar os meus FILHOS, pagarem o alto preço, pela irresponsabilidade do pai.

Se ele está feliz, e sente-se bem em ver os filhos sofrer, eu na condição de mãe e por amar verdadeiramente os meus filhos, darei o meu sangue para proporcionar uma vida melhor para eles!

Então, volto de cabeça erguida, com muita confiança e esperança de que as portas se abrirão, e poderei conquistar o nosso verdadeiro espaço. Que eu tenha capacidade e força suficiente de me encaminhar profissionalmente, para oferecer saúde, educação, vestimentas, e tudo mais que meus filhos precisarem. Porque infelizmente eles não podem viver somente do meu amor e dedicação, e muito menos da falsa esperança de que o pai honrará a sua responsabilidade. 

Sozinha, cuido dos três, levo ao médico, faço as atividades escolares, alimento, coloco para dormir, e desempenho sozinha tudo mais, que um casal normalmente faz dentro e fora de casa. Mas aí, vem aquele velho ditado "antes só, antes só, e antes só"!

Tenho a gratidão e a alegria de ter sido abençoada com três anjos lindos, que diariamente me revigoram, me dão forças, e me enchem de orgulho! São três crianças totalmente dependentes, que serão o reflexo das minhas atitudes, dos meus atos. Então, que cresçam com o coração cheio de amor, com a alma cheia de paz, e o coração abundante de esperança. Esperança de dias melhores, de um futuro melhor, e dentro de um lar em paz.

Quero ser o motivo de orgulho deles, não somente hoje, mas principalmente no amanhã. Que eles possam olhar pra trás, e ver tudo que eu consegui conquistar por eles e para eles. Que tenham a melhor formação, educação, cultura, e saúde! Estou criando três futuros adultos, que juntos aos demais, poderão transformar nosso mundo num lugar melhor. E eu tenho muita esperança disso! Se hoje vivemos no caos, na desigualdade, em meio a tanta corrupção, subornos e injustiça, que amanhã, eles sejam o exemplo de uma nação que cansou de sofrer, que cansou de ser repudiada e deixada pra trás. Não somente no âmbito político, mas no âmbito judicial, e principalmente no pessoal. Porque quem é honesto, tem um coração batendo no peito e quer o melhor para os seus, não faz com os outros, aquilo que pode comprometer uma vida toda e colocar tudo a perder.

Portanto, hoje deixo aqui, a confiança de que mais forte que nunca, estou me reconstruindo, estou me recriando, e juntamente com o meu novo "eu", estou levando comigo, os meus filhos para um futuro melhor! Um futuro digno e de muito amor e respeito!

Espero que o meu exemplo de vida, possa ajudar outras pessoas, a não somente rever os seus conceitos, o seu relacionamento, ou a sua visão para com o profissional, mas que possa verdadeiramente ajudar a acreditar, que podemos sim, ter um FUTURO MELHOR!

Porque o futuro não é nosso, o FUTURO é dos nossos, e eles sim, inocente e respeitavelmente, merecem o melhor!

Beijos

Edi

Equipe Team PHenomenal Hope corre para ajudar pacientes com Hipertensão Pulmonar

Subir escadas, caminhar e até mesmo uma atividade simples como pentear os cabelos se tornam grandes desafios para pacientes com Hipertensão Pulmonar (HP). No dia 1 de outubro, o Team PHenomenal Hope, equipe de atletas voluntários que percorre o Brasil para conscientizar sobre a doença, participa do Circuito das Estações, que acontece em Curitiba. Iniciativa da ABRAF (Associação Brasileira de Amigos e Familiares de Portadores de Hipertensão Pulmonar), na nona prova da temporada de 2017, a equipe contará com a participação dos atletas voluntários Flávia Lima e Thiago Cerqueira.

A missão do Team é usar o esporte para promover e alertar a população sobre a grave doença Hipertensão Pulmonar (HP), que afeta cerca de 60 mil pessoas no Brasil e 25 milhões de pessoas em todo o mundo. Neste ano, a equipe está promovendo a ação"Perco o Fôlego por Você", na qual os atletas vão representar diversos portadores da doença, vestindo um "número de peito" com a foto de um paciente em cada corrida. Além disso, o foco do trabalho da Associação está na revisão do Protocolo Federal, que proíbe a terapia combinada, trazendo risco de vida para os pacientes que precisam dos medicamentos.

O Team PHenomenal Hope foi criado no ano passado pela presidente da ABRAF, Paula Menezes, que se juntou à luta contra a HP após perder sua mãe para a doença. Desde a sua perda, Paula vem lutando para apoiar, conscientizar a população e garantir o tratamento adequado para os pacientes. Além de todo o trabalho junto a Associação, a presidente também liderou o quarteto do Team no ano passado, que teve como prova final uma ultramaratona, a Travessia Bertioga-Maresias. "Quando pensava em desistir, em uma prova que foi um dos maiores desafios que já enfrentei, devido as dores, mal-estar e cansaço, eu me lembrava da minha mãe, sempre guerreira, dizendo que ia vencer a Hipertensão Pulmonar, pois ela era muito maior que o pulmão. Imaginava o que ela sentiria ao me ver cruzando a linha de chegada e isso me fez ir até o fim", conta Paula sobre o grande desafio que foi completar 75Km.


Conheça os atletas voluntários que participam da prova em Curitiba:

Flavia Lima - Jornalista, voluntária da ABRAF e uma das líderes do Grupo de Apoio de Hipertensão Pulmonar de Brasília. Flavia perdeu sua irmã para a HP em 2013 e ao conhecer o projeto ficou tocada e se uniu a causa, agora também nas corridas pelos pacientes.

Thiago Cerqueira - Conheceu a doença por meio de uma grande amiga que foi diagnosticada com HP e desde então passou a pesquisar, foi quando conheceu o Team. Antes Thiago corria somente em prol da sua saúde, mas ele viu na modalidade a grande oportunidade de ajudar os pacientes.

Serviço:

Circuito das Estações

Data: 1 de outubro

Horário: 7h

Local: Jockey Club do Paraná – Curitiba/PR

Sobre a ABRAF

A ABRAF – Associação Brasileira de Amigos e Familiares de Portadores de Hipertensão Pulmonar é uma entidade sem fins lucrativos que tem como objetivo promover dignidade e qualidade de vida a pacientes que sofrem da doença. A Instituição conta com cerca de mil associados e atua em âmbito nacional e internacional, promovendo diversas ações de conscientização e luta pelos direitos dos pacientes. No âmbito internacional, a ABRAF representa o Brasil na Sociedade Latina de Hipertensão Pulmonar e possui um Memorando de Entendimento com a PHAssociation, nos Estados Unidos, contribuindo para o intercâmbio de informações e melhores práticas na condução da entidade. 

Sobre o Team PHenomenal Hope Brasil

O Team PHenomenal Hope Brasil é uma equipe de corrida composta por oito atletas voluntários, que percorrem o País participando de provas com o objetivo de conscientizar a população sobre a grave doença Hipertensão Pulmonar. Neste ano a equipe já percorreu 500Km em treinos e corridas. 


sexta-feira, setembro 22, 2017


Encontro Materno em São Paulo

Oi, Mamães!

Vamos bater um papo amanhã?

Estarei no Unibes Cultural, realizando uma palestra sobre Maternidade e Carreira, amanhã, às 14:00!


Para participar, basta se inscrever aqui!

EVENTO GRATUITO!

Aguardo vocês lá!

Beijos,

Edi

#maternidade #unibes #tambor #unibescultural #mamaesvaidosas #edimariano #sp #saopaulo #evento #encontro #empreendedorismo #empoderandomaes #empoderamentofeminino #lideranca #liderancafeminina #violenciacontramulher #violenciadomestica #mulher #mulheres #blogmaterno

segunda-feira, setembro 18, 2017


Tambor Inspira: Histórias inspiradoras para um mundo melhor!

Logo no início da primavera, acontece na Unibes Cultural, o evento Tambor Inspira. Um minifestival de cultura que vai reunir pessoas interessantíssimas compartilhando ideias, conhecimentos e histórias.

Nesta primeira edição, serão 3 ciclos principais de conteúdo: Empreendedorismo, Empoderamento Feminino e Desenvolvimento Pessoal. Para intercalar esses blocos principais, acontecerão pocket-palestras, exposições e workshops cobrindo outros assuntos como fotografia, cidade, meditação, alimentação responsável e muito mais.

Programação - 23/09/2017 - Sábado - Unibes Cultural - SP

Auditório

Abertura às 14hs - Stand- Up : Inspirar para não pirar , com Jansen Serra.

Empreendedorismo, empoderamento, desenvolvimento, qual é a graça dessas palavras gigantescas? O comediante Jansen Serra descobre e conta.

15hs - Debate : Empreendedorismo - Três visões diferentes

- Pop Plus: como transformar um problema em um negócio milionário - com Flávia Durante, do "PopPlus".

- Sem sangue, nem lágrimas: como empreender se divertindo - com Phelipe Cruz, da "PapelPop".

- Empreendedorismo Social - com Renata Quintella, do Instituto Nossa Jornada.

16hs - Debate : Desenvolvimento Humano - Formas de levar para empresas.

- Conexão com o self através da meditação - com Thi Arruda, da "GQ"

- Organize já, ordem com um toque de Chi - com Margô Belloni, arquiteta organizacional.

- As pessoas querem ser melhores, a busca através do coaching - com o coach Robin Taffin.

17hs - Debate : Empoderamento Feminino - Três mulheres, três visões

- Resgate da autoestima através da autoaceitação - com Flávia Durante, do "PopPlus".

- Você, dona de sua própria imagem - com Fernanda Guedes, do "Noiva de Botas".

- Vencendo em um ambiente masculino - com Ailin Aleixo, do "Gastrolândia".

Lounge:

15hs - Workshop: Meditação na Prática - com Thi Arruda

16hs - Palestra : Maternidade e Carreira - com Edi Mariano do Blog "Mamães Vaidosas".

Tambor Inspira: Histórias inspiradoras para um mundo melhor!

17hs - Palestra: Olhares Digitais - com Melissa Szymansky.

18hs - Palestra: Por Detrás da Comida - com Ailin Aleixo.

19hs - Palestra: Marca São Paulo - com Caio Esteves e Miguel Garcia .

Hall Auditório

Exposição: O Poder do Feminino

Uma série de gravuras executadas pelo artista urbano Alexandre BP celebrando a força do feminino.

Para participar, é necessário realizar a inscrição, clicando aqui.

Bora lá?

Beijos

Edi

#empoderamentofeminino #liderancafeminino #maternidade #carreira #edimariano #mamaesvaidosas #empoderamento #lideranca #negocios #tambor #unibescultural #unibes #evento #business #carreira #filhos #criacaocomapego #mamaes #festival


quarta-feira, setembro 13, 2017


A incrível força do AMOR MATERNO!

Como mãe de três, desprovida de pensão ou qualquer tipo de ajuda paterna, sigo lutando diariamente para criar os meus filhos com dignidade. Faço tudo o que posso e o que não posso, e no final do dia, ainda falta algo! Não por minha vontade, mas por estar de mãos atadas para lhes dar mais. O que não falta e nunca faltará é amor. Amor MATERNO, carinho, dedicação extrema e muita luta, e põe luta aí. 

Se já não é fácil passar por uma separação consensual, quem dirá um divórcio onde envolve violência doméstica, sequestro dos filhos, agressão, retaliação, e falta de respeito, muita falta de respeito! Não somente comigo, mas principalmente, para com os meninos. Pois, além de terem sido privados de tudo o que tinham enquanto vivíamos em BH, continuam perdendo pelo pai negar o pagamento de pensão, um direito que lhes cabe, mas que na concepção dele, não!


Enquanto ele continua a recorrer e a fugir dos oficiais de justiça, eu estou aqui, lutando pelo sustento das crianças! Assim como me sinto abençoada por ser o "porto seguro" deles, me sinto na plena obrigação de não lhes deixar faltar nada. E mesmo lutando com todas as minhas forças, me cobro diariamente e fico pensando o que mais poderia fazer para melhorar a qualidade de vida deles. Não é fácil, mas Deus nos dá forças e esperança! 

Tenho Fé que um dia a justiça será feita, mas enquanto isso, os meus filhos continuam a viver e a precisar de recursos! E eu estou aqui, por eles, para eles e COM ELES! SEMPRE! 

O amor materno me sustenta, e eles são o maior tesouro que eu poderia desejar ter na vida!


segunda-feira, setembro 11, 2017


O que é a intolerância à lactose?

O recente aumento da oferta de produtos sem lactose nas prateleiras deve ter chamado a sua atenção. São fórmulas para crianças que são diagnosticadas com intolerância à lactose e, provável esse aumento se deva a um melhor reconhecimento desta doença pelos pediatras.

O que é a intolerância à lactose?

A lactose é o açúcar do leite, seja ele materno, de vaca ou de outros animais. E para que possamos absorvê-la, ela precisa sofrer a ação de uma enzima presente no intestino, chamada lactase. Se esta enzima não estiver presente em quantidade suficiente, à lactose chegará às porções finais do intestino, inalterada e será fermentada por bactérias da flora intestinal, produzindo ácido láctico e muitos gases.

Quais os sintomas da intolerância à lactose?

Os sintomas mais comuns costumam aparecer de 30 minutos a 1 hora após a ingestão de leite ou derivados. Ocorre um desconforto no abdômen, com cólicas, distensão abdominal, náuseas, flatulências e também pode ocorrer diarreia. Estes sintomas podem ser causados por um mal-estar ocasional, mas se estiverem ocorrendo com frequência após a ingestão dos laticínios procure o seu pediatra.

Intolerância a Lactose é a mesma coisa que alergia ao leite?

Não! Não podemos confundi-las! As alergias envolvem uma reação do sistema imunológico. No caso da alergia ao leite de vaca, a reação é contra a proteína do leite e além dos sintomas intestinais, que podem ser muito semelhantes ao da intolerância à lactose, podem ocorrer sintomas de alergia respiratória e cutânea, entre outros. Além disso, a alergia ao leite de vaca ocorre em bebês e, de maneira geral, a intolerância à lactose ocorre em crianças maiores e, principalmente, em adultos.

Na intolerância não existe reação do sistema imunológico e sim a deficiência de uma enzima, causando um quadro exclusivamente intestinal que só ocorre com a ingestão de produtos contendo lactose.

Quem pode ter a intolerância à lactose?

Existem três tipos de intolerância à lactose:


1) Deficiência congênita da enzima: é um defeito genético raro, no qual o bebê nasce sem a capacidade de produzir lactase. Nesse caso, a intolerância à lactose é permanente e já se observam sintomas com a ingestão de leite materno nas primeiras mamadas.

2) Diminuição enzimática secundária a doenças intestinais, a chamada intolerância transitória à lactose: bastante comum no primeiro ano de vida e, principalmente, secundária a diarreias prolongadas. Não existe um tempo exato para que isso ocorra, pois depende da resposta de cada criança.

3) Deficiência primária ou ontogenética: a mais comum na população. Com o decorrer da vida, existe uma tendência natural à diminuição da produção da lactase, podendo acometer qualquer indivíduo, sem uma idade específica. Pode ocorrer também na infância, em geral após os três anos.

O diagnóstico da intolerância à lactose é feito através de exames específicos e o seu tratamento está baseado em restrições alimentares, que devem ser orientadas pelo seu pediatra.

A lactose faz parte da composição dos leites e derivados, mas não é só de lactose que é formado o leite. A principal fonte de cálcio da dieta é o leite, além de importante fonte de fósforo, vitaminas e proteínas de origem animal. Além disso, nem todas as crianças necessitam da exclusão completa da lactose. Muitos toleram quantidades pequenas. Os laticínios fermentados como os iogurtes têm em torno de 50% menos lactose e muitas vezes podem ser consumidos com moderação, sem desencadearem sintomas.

Em situações de intolerância mais graves, os laticínios com baixo teor de lactose são opção interessante, além da possibilidade de utilizarmos suplementos à base de lactase (a enzima que ajuda na digestão da lactose), que devem ser ingeridos juntamente com os laticínios. Não faça exclusões dietéticas sem orientação profissional, pois poderá prejudicar o seu pequeno. De qualquer forma, se os sintomas são recorrentes, o pediatra saberá como orienta-la da forma mais adequada ou até mesmo solicitar a opinião de um especialista.

O conteúdo foi desenvolvido pelo Dr. Marco Aurélio Safadi (CRM: 54792), parceiro da NUK e professor de Pediatria da Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo e coordenador da Equipe de Infectologia Pediátrica do Hospital.

#lactose #nuk #leite #intoleranciaalactose #mamaesvaidosas #edimariano

quarta-feira, setembro 06, 2017


Babá Eletrônica Wi-Fi Fisher-Price

Um dos itens que mais gera dúvidas e questionamento na hora de montar o enxoval, com certeza é a babá eletrônica. Digo isso por experiência própria, pois precisamos verificar vários fatores antes de adquirir uma, para ter certeza de que funcionará corretamente e não faremos um investimento errado. Dentre tantas especificações, precisamos saber se o alcance é apropriado para a nossa residência, que tipo de rede opera, se não há falha e/ou atraso na transmissão e por aí vai. Confesso para vocês, que até hoje só adquiri uma babá, ainda no nascimento da Emmie, e fui muito infeliz com a escolha. Tanto que a devolvi, e não quis saber mais do assunto.

Babá Eletrônica Wi-Fi Fisher-Price

Agora, anos após tal experiência, tive a oportunidade de conhecer a babá eletrônica Wi-Fi que a Fisher-Price desenvolveu em parceria com a Multikids, a qual mudou totalmente a minha concepção sobre o assunto. 

Confesso que recebi a babá eletrônica há duas semanas, e desde a sua chegada, tenho a testado de forma intensa por aqui. Pode até parecer um período curto, mas no meu entendimento, quando se trata de uma marca de confiança e os devidos testes são realizados, o primordial é atentar-se ao seu perfeito funcionamento e estabilidade, que é o que verdadeiramente precisamos para monitorar o bebê.

Enfim, diante de todos os testes realizados, fiquei surpresa e totalmente satisfeita com a tecnologia, transmissão de imagem, voz e estabilidade que a babá eletrônica da Fisher-Price oferece. Portanto, hoje listo todos os seus diferenciais e detalhes quanto ao seu uso e funcionamento. Creio que assim, poderei ajudar muitas mamães que estão em dúvida, para que possam adquiri-la com a tranquilidade, de que farão um investimento certeiro. E digo isso com toda a transparência possível, uma vez que sou mãe de três, e sei bem do esforço que fazemos para montar o enxoval dos pequenos, nos atentando para todo e qualquer detalhe, que possa garantir ainda mais conforto e segurança para o bebê que está para chegar.

Babá Eletrônica Wi-Fi Fisher-PriceBabá Eletrônica Wi-Fi Fisher-Price

Diferenciais e detalhes:

Instalação e aplicativo para monitoramento

Se diferenciando de muitos aparelhos que encontramos no mercado, este modelo funciona via wi-fi, e o monitoramento é feito por intermédio de um aplicativo chamado EZVIZ, o qual pode ser baixado na App Store para Iphone e no Google Play para Android, de forma gratuita e ágil. É super fácil de instalar e no próprio manual da babá, encontramos todas as especificações necessárias para coloca-lo em pleno funcionamento. Resumindo, baixado o aplicativo, basta acessa-lo, registrar-se, parear a babá através do código QR (está registrado na parte inferior da babá eletrônica), e pronto! Babá funcionado a todo vapor!

A câmera da babá, deverá ser instalada de forma que tenha alcance de ângulo e visão, seja sobre um móvel, fixa ou na parede, usando para tal, os acessórios que acompanham o equipamento na caixinha. São eles:

- 2 adesivos autocolantes de espuma;
- placa de metal (abertura com diamêtro de 3,5mm), que poderá ser parafusada na parede, ou fixada com os adesivos autocolantes de espuma. Os parafusos precisam ser adquiridos separadamente, não acompanham o produto.
-  Caso o local de instalação seja metálico, ela não precisará da placa de metal. Se fixará através da sua base com auxílio do imã constante na sua base inferior.

Mais uma coisa, é necessário ter uma tomada próxima, para conectar o adaptador de alimentação, na fonte de energia.

Na parte traseira da babá, há uma entrada para cartão de memória (não incluso), e um botão de reset, que poderá ser usado para restaurar as suas configurações, conforme manual que acompanha a babá eletrônica.

Babá Eletrônica Wi-Fi Fisher-Price

Tecnologia

Com resolução de 1.0 megapixel, ângulo de visão de 111 graus e conexão wireless, ela possui luz infravermelha automática, ou seja, a partir do momento que o ambiente começar escurecer, a própria babá ativa esta luz, permitindo assim a perfeita transmissão de imagem e gravação.

Além da recepção e opção da gravação da imagem em tempo real, o aparelho ainda conta com áudio do ambiente na qual se encontra, e também com a opção da mamãe conversar com o bebê em tempo real, através do aplicativo, bastando acessa-lo do celular e/ou tablet, clicar no ícone do microfone e começar a interagir com o seu bebê. 

Para mim, é um dos diferenciais de maior relevância, pois além de sabermos exatamente como o nosso bebê está, podemos acalma-lo, enquanto nos dirigimos ao seu encontro. Um exemplo típico que nos deixa totalmente apreensivas - tomar banho correndo enquanto o bebê dorme, com medo do mesmo acordar, se afogar, cobrir a cabeça, e não estarmos presentes neste momento. Com esta babá, podemos tomar banho aliviadas, controlando totalmente a situação!

Ressaltando para o detalhe de que aquelas babás que funcionam por intermédio de transmissor e receptor a pilhas, não me desce. Isso porque como já disse para vocês, já tive, testei, reprovei e abominei. Depender de um equipamento com atraso de transmissão, que pode vir a falhar a qualquer momento, não é digno para se ter e confiar a vida de um filho. Principalmente um bebê! Então, mais uma vez, reforço que a babá eletrônica da Fisher-Price é totalmente diferente do que encontramos no mercado, e no meu ponto de vista, é a melhor!

E diante de tantos aspectos positivos, ressalto que não tive nenhuma decepção com a mesma, mas muito pelo contrário. Ela me surpreendeu do início ao fim, inclusive com a gravação e captura de imagens em formato de foto, tanto que abaixo, exibo uma destas capturas, para que tenham ideia da qualidade da imagem. Segue:

Babá Eletrônica Wi-Fi Fisher-Price

Diante das informações e imagens acima, creio que não preciso dizer mais nada, certo?

Além de ser simplesmente perfeita, a babá eletrônica da Fisher-Price, torna-se indispensável para as mamães que precisam ausentar-se do quarto do bebê enquanto o mesmo dorme, tendo a oportunidade de realizar outras atividades na casa, ao mesmo tempo em que o monitoram de forma segura, eficiente e prática.

Bora compartilhar com as gravidinhas e já mamães?

Beijos

#babaeletronica #fisherprice #babaeletronicafisherprice #multikids #babaeletronicamultikids #babaeletronicawifi #mamaesvaidosas #edimariano #enxoval #bebes




 
Copyright 2013 Mamães Vaidosas por Edi Mariano