terça-feira, janeiro 22, 2013


Desmame - Amamentação

O vínculo

Tudo começa com o vínculo mãe e filho, que é o laço emocional único que une a mãe ao filho, tem início já na gestação e se fortalece com o passar do tempo, persistindo mesmo à distância. É uma ligação afetiva recíproca que dá prazer e promove bem-estar emocional, manifestando-se por vários sentimentos positivos, como amor, devoção, proteção e preocupação. O pai também é parte integrante desse processo, pode participar e compartilhar com a mãe, de forma integrada e harmônica, todos os passos dessa relação. 
A amamentação
Para que a amamentação se estabeleça, é importante que o leite seja produzido, flua e que o bebê o sugue de forma eficiente. É como uma engrenagem, uma coisa leva à outra. Tudo isso começa com a vontade da mãe de amamentar e uma BOA PEGA do bebê.
Depois que o bebê aceita, é como se ele estivesse novamente na barriga da mãe. Como se tivesse se conectado no cordão umbilical e estivesse alí, protegido, seguro e amado.
Para o bebê é muito mais do que se alimentar, é se suprir de amor, de carinho, afeto, calor e segurança. 
Quando a mulher está amamentando, normalmente sente um prazer indescritível, chamado de amor maternal, amor universal. Ela sente um amor que nunca sentiu na vida, um prazer que nunca sentiu. Está amamentando um pedaço seu. Dando vida e protegendo o seu filho da melhor forma possível. Como mãe, posso afirmar tudo isso. É realmente um ato Divino. Não pode ser menos que isso.

O Desmame

Grande parte das mamães, tem dificuldade em tirar os seus filhos não somente por ter chegado a hora, mas pelo lado emocional, sentimental. E isso reflete no bebê. A mamãe tem que observar se não está passando insegurança para o filho nesse ato. Porque ela sente-se insegura. O sentimento de parar de amamentar é o mesmo de perder o filho, em muitos casos. Isso vai gerar uma certa independência para a criança, que vai ficar menos tempo "conectada" com a mãe e vai ser estimulada a viver em sociedade, comer com os coleguinhas na escolinha, dormir sozinho, não acordar pedindo o peito de madrugada e por aí vai.
Depois dos dois anos, o leite já não tem mais importância nutricional para a criança, então não justifica continuar a amamentação. A mamãe tem que estar ciente que é o melhor para o filho e para ela. Enquanto que, no período de amamentação, os hormônios ainda não se estabilizaram por completo,  o que pode gerar para mulher a tendência a ser depressiva, melancólica, adoecer mais vezes, ter disturbios alimentares e principalmente prejudicar o bebê por causa disso. 
O primeiro passo para o desmame é ter a ciência de que realmente quer e que é necessário para os dois. Tudo o que a mãe sente, ela passa para o bebê, então se estiver insegura, imagine como ele fica, como se sente. Se a mãe é o seu "aparador".
A cabecinha dele não entende e pode levar a se sentir rejeitado pela mãe, e também sente-se oprimido.
Então mamãe, pense que você está cortando um ato mas não o amor, o carinho e a responsabilidade que tem com o seu filho. Você não vai deixar de ser mãe, não vai faltar para o seu filho, vai somente deixá-lo experimentar novos sabores, texturas, alimentos fundamentais para o seu desenvolvimento e crescimento.
Depois de ter consciência disso, comece a cortar as mamadas, dê mais intervalos entre elas, principalmente a noturna, que é a hora do aconchego do bebê. Ele tem que desasociar "peito" de "sono". Procure oferecer alimentos sólidos, um jantar leve, uma sopinha, depois entre com uma fruta, mas nada que pese a barriguinha da criança. Depois do jantar, procure dar um tempo e após um banho para ele relaxar. Transfira o seu carinho e o seu amor em palavras, gestos e até mesmo em uma gostosa massagem. Depois, se ele pedir o peito para dormir, procure oferecer água ou um chá morninho, para esquentar a barriguinha. Se ele rejeitar, será extremamente normal. Não está acostumado com essa rotina, mas não desista. Pense no bem dele e no seu. Você precisa de saúde e equilíbrio para criá-lo e educa-lo. Então prossiga! 
Procure distrair a criança, peça auxílio ao papai e não fique no local onde costumava amamentá-lo. Eles associam tudo. Vá para outro ambiente, mostre alguma coisa que ele goste mas não o deixe chorando compulsivamente. Também não vai ajudar se mãe e filho ficarem nervosos e irritados. Tem que ter muita calma e respirar fundo, você vai conseguir!
Nesse período, jamais se afaste do seu filho. Não viaje, não fique longos períodos distante. Faça-se presente sempre que possível e demonstre muito amor, carinho e que ele é de extrema importância na sua vida.
Quando as coisas são feitas de forma natural, o próprio corpo da mulher e o bebê entram em sintonia e o efeito é o desmame natural. Faça as coisas de forma calma, controlada e segura.
Não se sinta pressionada por terceiros. Você sabe a hora, e sabe o que fazer. Basta colocar em prática.
Pense na possibilidade de adquirir alguns brinquedos ou algo que distraia a criança. Coisas diferentes para chamar a atenção e mudar a situação com ele. Cante, coloque um DVD adequado, nine, de um banho gostoso, faça uma massagem, ofereça sabores novos, texturas, cores. Tudo isso estimula a criança e desencadeia ao desmame. 
Sempre teremos dificuldades, em vários momentos de nossa vida, mas se ficarmos pensando que não conseguiremos, as coisas não fluirão nunca! Então coragem e determinação! Vocês dois conseguem!

Um aviso importante:

Cuidado para o leite não empedrar e desencadear uma mastite. Durante o processo, se a mama encher muito, esvazie um pouco, com o auxílio da mão, durante o banho ou na frente do espelho. Não utilize água quente para aliviar a dor. Ela estimula a produção de leite. Utilize uma bolsa de água gelada, com a devida proteção, para não queimar a mama. Se a mama empedrar demais, procure auxílio médico imediato.
E não se esqueça de consultar o pediatra, informando o desmame.

Dados: Consultei um pediatra com 30 anos de profissão para afirmar com toda a certeza os dados acima. 

Espero que eu possa ajudar algumas mamães!

Com carinho,

45 comentários:

  1. Ai, quanto mais eu leio o seu blog mais eu quero ser mãe. Pena que ainda não é o momento...

    Bjos!

    www.minha-bela-dama.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ai que linda! Muito obrigada! Beijossss

      Excluir
  2. Oi Veevs! Fica tranquila que o seu babie virá no momento certo!
    Beijooooooooossssss

    ResponderExcluir
  3. Amava amamentar a Rafa, não foi tarefa fácil, no início bem que ela tentava sugar, mas o bico do meu peito não ajudava. Nem por isso desisti quando assustei ela pegou mesmo e engrenou, rsrss. Quanto ao desmame, ela mesmo parou na semana de completar um ano, eu fiquei muito triste pois queria que ela mamasse até os dois.
    Beijos a todas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Lilian, você fez tudo certinho e completou a sua missão! Fico muito feliz por você! Um beijo.

      Excluir
  4. Oi!! Obrigado por atender o meu pedido!! Vou anotar todas essas dicas e colocar em prática e depois te conto como foi.
    Bjus Vanessa
    http://loucapormakeup.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  5. Olá!! Parabéns pelo Blog!!
    Sou nutricionista, queria fazer um adendo. A amamentação é indicada pelo Ministério da Saúde por dois anos ou mais. Ele possui e muito valor nutricional para as crianças, mesmo depois dos dois anos. O que deve acontecer é um ato natural tanto da mãe como da criança para o desmame.

    http://bvsms.saude.gov.br/bvs/dicas/29aleitamento.html

    Espero ter contribuído!!
    Beijos!!

    ResponderExcluir
  6. Somente expus o que os livros, artigos científicos atualizados, trabalhos renomados recentes e pesquisas atuais dizem. Essa informação não foi inventada. Concordo plenamente com você em relação a demora para o desmame, a amamentação deixa de ter o seu amplo significado com a idade avançada da criança. Mas não nutricionalmente. Não entendo porque as crianças pobres podem se alimentar deste leite e os que possuem condições não podem, o desenvolvimento dos dois será da mesma maneira, desde que a criança obtenha a alimentação complementar adequada. Após os seis meses, o leite materno não é mais suficiente para suprir as necessidades energéticas e precisa ser complementado, porém os seus benefícios imunológicos e protetores permanecem e é por este motivo que ele é aconselhado. Cada médico vai indicar o que é melhor para cada mãe dependendo das particularidades de cada uma. O motivo do meu comentário foi simplesmente evitar que outras mães pensem que o leite materno após os dois anos não tem valor nutricional adequado, pois até o momento não existem pesquisas que comprovem este fato. Digo isso Edi, porque estudei e muito sobre este assunto. Mas, ainda tenho muito o que aprender, ainda bem. Meu objetivo foi só acrescentar, de maneira alguma criar problemas. Ah, não sou mãe ainda, infelizmente.
    Se quiser entrar em contato comigo meu email é laiszuccolo1602@hotmail.com
    Abraços,
    Lais.

    ResponderExcluir
  7. Ai Edi, não vejo a hora de poder amamentar!! Mais só de pensar que um dia vai chegar a hora do desmame me dá um medo!!! Aqui em casa todos os desmames foram meio traumáticos, mais vou fazer como vc falou, ter paciência é tudo!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amiga, vai dar tudo certo, fique tranquila, ok?
      Deus sabe o que faz, e tudo tem seu tempo!
      Beijos

      Excluir
  8. Não amamentei meu filho, ele não pegava o peito e naquela época, os médicos não insistiam muito.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Entendo Lu :D
      Mas no final, deu tudo certo, não foi?
      Beijos

      Excluir
    2. Sim, e nunca teve problema nenhum de saúde. Bjs

      Excluir
    3. Ai que benção. Fico muito feliz! Beijossss

      Excluir
  9. Mulher que texto lindjo! Amei amei amei! Uma das declarações em forma de informação mais perfeita que vc já fez para o seu filho! Essa parte me tocou bastante: "Para o bebê é muito mais do que se alimentar, é se suprir de amor, de carinho, afeto, calor e segurança." Este vínculo é realmente maravilhoso e sem igual meu irmão por exemplo não sei se vc se lembra mas, ele mamou até os 3 anos de idade e só parou por motivos de doença da parte de minha mãe. Já eu, fui uma bezerra fraca kkkkkkkkk mamei até os 6 meses! Sabe uma coisa que não sei sua? O seu nome de verdade e o do seu filhinho, qual é? rsrs bjss fique com Deus

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eheheheheh, obrigada Bertinha!
      Claro que lembro do seu irmão, você me contou por comentário :P
      Eu me chamo Edinéia, mas ninguém no planeta me chama assim. Desde que nasci me chamam de Edi e não sei porque não colocaram meu nome de Edi de uma vez rsrsrsrsrs
      Meu marido e filho são os meus Eduardo's.... :D
      Beijos

      Excluir
  10. Sabe que eu tenh uma amiga que tem um bebê de 3 meses e ela já teve mastite 3 vezes! Ela dá cada mamada com duração de 1 hora, e mesmo assim teve. Pq será? Tinha que esvaziar mais? Ótimo post pra variar, :-) Bjus!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aff, coitada. Quanto mais amamenta, mais estimula pra ter leite :D
      Se ela tomar banho quente, pior ainda
      Eu sofri também! Beijossssss

      Excluir
  11. Adoro a maior demonstração de amor é amamentando seu filho , acho lindo

    Um beijao Edi

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amamentar é o ato mais bonito! A troca perfeita de amor, carinho e segurança. É a mão de Deus, ali... Ai emociono.....
      Beijosss

      Excluir
  12. Eu adorava amamentar, era uma hora só nossa, eu ganhava carinho, sorrisos,mordidas...rs.Já contei em outro post, só parei de amamentar meu bezerrinho quando ele não quis mais, estava com 11 meses.
    Bjos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eheheheheh, eu amei e sinto a maior falta Vera. É uma troca inexplicável de sentimentos, né?
      Beijossss

      Excluir
    2. Eu não sei do que sinto mais falta , se é de amamentar, ou de quando eles mexiam na minha barriga.Na primeira gravidez acho que amolei tanto minha filha, pois adorava sentir e mudava de posição toda hora...rs.
      Bjosssssss.

      Excluir
    3. Eheheheheh, morri de rir aqui. Eu amava cantar pra ele, no banho rsrsrsrs
      Coitadinhos, passam por cada uma......
      Mas amor de mãe é isso mesmo :D
      Beijos

      Excluir
  13. Já ouvir dizer que essa é uma fase muito complicada né, a do desmame???

    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Dani, ficamos tão apegados, que não queremos parar. Tanto o filho como a mãe. Mas eles precisam evoluir, crescer, então chega uma hora que precisamos faze-lo.
      Beijossss

      Excluir
    2. Own, imagino.
      Chega sim e esse é apenas o começo.
      Depois os filhos seguem seus caminhos né?
      Bjs

      Excluir
    3. Seguem os seus caminhos e as mães seguem atrás, vigiando rsrsrs
      Beijossss

      Excluir
  14. doeu mais em mim do que nela com certeza. minha sorte é que nisso ela não deu trabalho pq dá uma dó

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nem me fale. Cortou meu coração..... Aquele momento, só nosso.... Ai que saudades, Elaine..... Tempo que não volta :/

      Excluir
    2. eu amamentei até quase os 2 anos e vc? mas foi escolha minha segui meu coração. Tem coisa mais gostosa que ver aqueles olhinhos lindo brilhando para vc?

      Excluir
    3. Ai menina, eu amamentei até o 8º mês porque já estava ficando sem o bico do peito rsrsrsrs
      Por mim, ainda estaria amamentando... rs
      Beijosss

      Excluir
  15. eu iria/vou sofrer.. com toda a certeza..
    gosto nem de pensar.. rsrs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nem pense.... tudo na sua hora rs
      Beijos

      Excluir
  16. MEUS FILHOS MAMARAM ATÉ OS 8 MESES O MAIS VELHO ATÉ UM ANO QUERIA TANTO QUE MAMASSEM ATÉ 2, 3 POXA MAS AGRADEÇO A DEUS QUE HJ SÃO DOIS GRANDÕES E SAUDÁVEIS!!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Deus abençoe! Fico feliz que tenha essa consciência. Eles merecem! Beijos

      Excluir
  17. O desmame é muito complicado, tem que ter muita paciência!
    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Paciência e muita dedicação que tudo dá certo! Beijos

      Excluir
    2. As mamães tem que ter muito isso!!!
      Bjs

      Excluir
  18. Mandei esse post pra minha amiga gravidissima tbem,obrg Edi.Bjs

    ResponderExcluir

Obrigada por comentar! Em breve, retornaremos! :-)

 
Copyright 2013 Mamães Vaidosas por Edi Mariano