sábado, janeiro 26, 2013


Nutrição adequada e prevenção da obesidade

A obesidade acontece quando o organismo acumula o excesso de energia ingerida e não utilizada, na forma de gordura. Esse acúmulo pode ser mais ou menos fácil, de maior e menor intensidade, segundo diversos fatores que aconteceram e acontecem na vida da pessoa.


Quando a pessoa já é obesa o tratamento é adequar o ingerido ao que é gasto para que não haja reserva. Para isso é fundamental uma orientação nutricional associada à prática de atividade física. Infelizmente, a obesidade tem se apresentado de forma cada vez mais frequente entre nós, em todas as faixas etárias. Sabe-se hoje que no Brasil 1 em cada 4 crianças e 1 em cada 2 adultos têm excesso de peso, respectivamente.

O tratamento da obesidade envolve várias etapas da orientação nutricional, sempre estimulando atividade física, que para criança pequena significa brincar e para os maiores pode incluir até atividades competitivas, sem exageros.
Na orientação nutricional é importante que aconteça por etapas e individualizado.

Começar pelas tarefas mais fáceis:
• Desfazer mitos e crenças. Ex: só comer frutas e verduras, chocolate engorda, alface emagrece, dieta da lua, remédios.
• Organizar os horários das refeições. As refeições devem ser em número de 5 a 6 ao dia, de 3/3hs.
• Mudar o comportamento: comer devagar (mastigar bem), não comer na frente da TV, não pular refeição, não trocar refeição por lanches.
• Aos poucos, reduzir a quantidade de alimentos que estão em exagero e os ricos em açúcar e gordura. Não há alimentos proibidos mas alguns (ex: guloseimas) devem ser consumidos com moderação.
• Quando tudo estiver indo bem, aí sim é hora de introduzir os alimentos que a criança não gosta e que faltam na alimentação (Ex: verduras cruas em todas as refeições)
• Todas as etapas devem ser acompanhadas de estimulo à atividade física. O ideal seria que a criança usasse 60 minutos por dia para brincar, andar de bicicleta, passear no parquinho, caminhar, andar com o cachorro. Coisas simples, mas que ajudam muito no tratamento e prevenção do excesso de peso.

Quando uma criança tem excesso de peso a chance dela se tornar um adulto obeso é de mais de 30%. Por isso a prevenção do ganho de peso excessivo é a melhor estratégia para se evitar a obesidade e os problemas a ela relacionados para isso é fundamental, desde muito cedo:
• Acompanhamento regular do ganho de peso, índice de massa corporal e alimentação da criança.
• Respeitar a saciedade da criança, ela não deve ser forçada a comer se não está com fome. Mesmo bebês têm capacidade de regular sua vontade de comer.
• Ingestão adequada de proteína – ingestão excessiva de proteína em bebês é um dos fatores mais importantes que se associa o aumento do risco de obesidade no futuro. O leite de vaca,por exemplo, têm 5 vezes mais proteína do que o leite materno.
• A família precisa adequar seus hábitos alimentares para que a criança desde sempre tenha uma alimentação adequada. Os pais são modelo.
• Estimular a prática de exercícios ao ar livre as brincadeiras e atividade física regular. Evitar o sedentarismo, horas e horas de TV, computador e vídeo-game.

Fonte Dr Marcos Vasconcellos

37 comentários:

  1. Boas dicas com certeza, vou guardá-las, porque aqui em casa tem um de 2 e uma de 6...E é importante lembrar disso.

    Bjos

    ResponderExcluir
  2. sempre é uma luta na hora das refeições vamos ver se com a escolinha melhora,me preocupo demais com isso . bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exatamente, Elaine. A Escolinha tem que ser o exemplo entre as crianças. Beijos

      Excluir
  3. Esse é um tema de fundamental importância, afinal o número que crianças obesas está crescendo a cada dia né.
    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E isso é muito preocupante, Dani.
      Eduardinho só come besteira no final de semana, moderadamente.
      Beijos

      Excluir
    2. Ah, mas vc é mamãe dedicada.
      Já educa desde cedo e ta certíssima!
      Bjs

      Excluir
    3. É difícil, mas não é impossível!
      Beijos

      Excluir
  4. Toda mãe deve saber guiar a alimentação do seu bebê pra que cresça saudável! Adorei as dicas que neném fofo esse do olhão azul quero pra mim apertar! kkkkkkk bjs

    ResponderExcluir
  5. Adorooo, otima resenha assim fica facil alimentar os bebes ;)

    um beijo para vc Edi

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nossos anjos precisam de atenção e cuidados especiais :D
      Beijos

      Excluir
  6. Geralmente pais obesos criam filhos obesos.Uma pena né!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Infelizmente, Lu. Acham que isso é natural. Lamentável.
      Beijos

      Excluir
  7. Menina com a comida é mais fácil lidar do que com o game.Meu filho tem 12 anos, e combina com os amigos os games que vão comprar, marcam para jogar , tudo isso on line. Esse é o motivo de minhas broncas diárias,mas não desisto...rs.
    Bjos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Afff, ainda vou passar por isso.... Meu marido é ligado nisso tb! Deus nos ajude!
      Beijos

      Excluir
    2. Meu filho gosta, mas não troca um bom passeio por nada, nem por vídeo-game. Já meu afilhado tem só três anos e troca qualquer coisa por um PSP. Bjs

      Excluir
    3. Vixe, se seu marido gosta, você vai ter trabalho em dobro...rs, serão 2 contra a mamãe..rs.
      Bjoss.

      Excluir
    4. Ai meu PAI! Me ajudeeeeeeeeeeeee :#

      Excluir
  8. Saúde é o que interessa, o resto não tem pressaaa... Ieh ieh.. rsrs

    ResponderExcluir
  9. O excesso de peso já é difícil em adultos , agora imagine em crianças!! Ótimas dicas Edi!!

    ResponderExcluir
  10. Muito bom o post amiga!!!
    Isso é muito importante, pois as crianças não podem ser obesas desde pequenas!
    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Os pais precisam ter essa consciência e cuidar enquanto é tempo! Beijos

      Excluir
    2. Isso é bem verdade!!!
      Bjs

      Excluir
  11. Dicas maravilhosas.
    Os maus hábitos alimentares dos pais, acabam refletindo na alimentação dos filhos, infelzmente...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Infelizmente. Triste realidade... Beijos

      Excluir
  12. AS MÃES DEVERIAM FICAR MAIS ATENTAS!!! TEM MÃES QUE SE PREOCUPAM SE O FILHO ESTÁ MAGRO, SÓ QUEREM GORDURA, DOBRINHAS. O BONITO PODE NÃO SER SAUDÁVEL E SÓ É BONITO ENQUANTO CRIANÇA DEPOIS QUE CRESCE FICA FEIO E É DIFÍCIL VOLTAR A SAÚDE!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exatamente, Antonia. Acham que gordura é sinônimo de saúde. Estão amplamente erradas. Triste mas verdade... Beijossss

      Excluir
  13. Faz um post pra gente de receitas atrativas pra criança,meu sobrinho é uma luta pra comer.Bjs Edi

    ResponderExcluir

Obrigada por comentar! Em breve, retornaremos! :-)

 
Copyright 2013 Mamães Vaidosas por Edi Mariano