quinta-feira, abril 04, 2013


Içami Tiba - Homens com medo


Caçadores em dia de Caça

Os homens, pais e educadores, e também as mulheres, que se cuidem, pois elas, em qualquer idade, estão tomando mais iniciativas sexuais que eles. O masculino nasce maior que o feminino, mas já na infância, as meninas crescem mais do que os meninos. Na puberdade, eles crescem para cima, enquanto elas crescem em todas as direções, e, da adolescência em diante, eles ficam maiores que elas. As mulheres tem hormônios relacionais (falam e fazem mais ao mesmo tempo e em menos tempo que eles), e os homens, de caçadores (mais focados, "uma coisa de cada vez", paciência curta, voz grossa e mão pesada).

Com a emancipação da mulher, elas se engajaram num mercado competitivo, não só de trabalho, mas também o das iniciativas sexuais. A sedução antes era mais sutil, era um olhar que autorizava o homem a chegar. Hoje não só lançam os olhares para os homens, como 'chegam'. O que antes parecia ser um sonho masculino - o ser conquistado por uma mulher, pois toda a corte quem fazia era ele -, acabou virando uma obrigação de ter que corresponder aos anseios da mulher que vem para cima dele. O garotão aceitou bem as garotas "serial kisses". Enquanto é só beijar, tudo bem, pois isso não o compromete.

O problema maior surge quando tem que se expor intimamente, mostrar-se o macho excitado. E se ele não conseguir corresponder? E se ela não o aprovar? E, o pior, e se na hora ele falhar? Antes de acontecer, já toma providências, como se tivesse disfunções sexuais. Ele corre atrás da imagem, de si mesmo e do que a garota possa fazer. Perdeu espontaneidade, pois entra com obrigação de não falhar.

De caçador, o homem virou a caça. Ambos não estão acostumados com esta prática. Serão necessárias muitas conversas, workshops e chats para acertarem os passos.

8 comentários:

  1. Sabe Edi, assisto muito as palestras do autor Içami Tiba e adorei ter lido o livro dele Quem Ama Educa, na época me ajudou muito como mãe e educadora.Você já leu? outro livro foi Pais e Filhos companheiros de viagem de outro autor. Sempre temos leituras para todos os dias para nos ajudar e fortalecer nossos conhecimentos. Beijos e tenha um lindo dia.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Ivone, tudo bem?
      Eu leio por capítulos, online mesmo.
      Também me ajudam muito. Abrem a nossa visão e mudam a percepção das coisas. É o estilo de "lição de vida" em livro.
      Eu estou adorando esse tipo de leitura.
      Um beijo

      Excluir
  2. Muito boa a reflexão.
    Como as coisas mudaram né mesmo? E eu aprovo muitas das atitudes citadas nesse texto.
    Bjão linda.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Dani
      Estamos em constante evolução e aprendizado. As coisas acontecem assim mesmo.
      Beijos

      Excluir
  3. Eu penso que a mulherada está exagerando um pouco na dose. Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu tenho vergonha da mulherada por aí. Perderam a noção. Infelizmente.
      Beijos

      Excluir
  4. Infelizmente ainda não tive a oportunidade de ler nenhum livro desse autor.Eu acho que a mulher está querendo assumir um papel que não é seu e consequentemente os homens se veem perdido diante disso.Faço suas palavras as minhas Edi,eu tbém tenho vergonha das atitudes que muitas mulheres estão tendo,uma pena que elas mesmas não se sintam assim.Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exatamente, Alyne.
      Mundo perdido, infelizmente :-(
      Beijos

      Excluir

Obrigada por comentar! Em breve, retornaremos! :-)

 
Copyright 2013 Mamães Vaidosas por Edi Mariano