quinta-feira, outubro 03, 2013


Mitos e verdades sobre o ouvido

Saiba os mitos e verdades sobre o que pode e o que não pode prejudicar a sua audição.

Mitos e verdades sobre o ouvido

Limpar os ouvidos com hastes flexíveis, grampos, objetos pontiagudos, ouvir música alta, usar fones de ouvido, viver em ambiente barulhento. Será que sabemos o quão tudo isso é prejudicial à saúde auditiva? Segundo o Dr. Arthur Castilho, otorrinolaringologista da UNICAMP, a prática dessas atividades podem causar danos as células auditivas e, em casos mais extremos, levar a perda de audição. Para evitar isso é preciso ter cuidado com a exposição ao barulho excessivo a vida inteira. Aquela música alta comum entre os adolescentes que usam mp3, celulares e iPods é um perigo. “A audição pode ser afetada pelo uso excessivo - pela exposição excessiva ao som. A maioria dos aparelhos hoje são smartphones e o usuário pode usá-lo para assistir filmes e escutar música. Nessa situação de modo geral, são utilizados fones de ouvido ou headphones, onde a exposição ao som tende ser muito maior”, alerta Castilho.

Confira abaixo os principais mitos e verdades desvendados por Dr. Arthur Castilho:

O uso de fones de ouvido não causa danos à saúde auditiva

MITO. O uso de fones de ouvido pode danificar a saúde auditiva devido ao tempo prolongado e a intensidade alta que a música é ouvida. Torna-se prejudicial fazer uso dos fones por um período acima de 8 horas e com uma intensidade de 80 decibéis.

Existe um tipo de fone ideal para não prejudicar a saúde auditiva, nesse caso o de concha é melhor que o de inserção.

MITO. Os dois tipos de fone são iguais, tanto o de concha como o de inserção, podem danificar a saúde auditiva, quando há muita exposição (acima de 8 horas) e intensidade alta (acima de 80 decibéis).

A poluição sonora da cidade pode causar perda de audição.

MITO. Há pesquisas que mostram que mesmo em cidades com poluição sonora os níveis de decibéis dificilmente serão lesivos. O impacto de uma cidade barulhenta é psicológico. O som elevado pode irritar muito a pessoa, mas não lesar a audição.

Podemos usar grampos, hastes flexíveis e objetos pontiagudos para limpar ou coçar os ouvidos.

MITO. Fazer o uso de objetos para limpar os ouvidos pode causar infecção, inflamação, irritação e lesão no tímpano. Além disso, em vez de retirar o cerume, o qual tem um mecanismo de auto-limpeza, trazendo a cera para a parte externa afim de proteger o ouvido das bactérias, eles empurram a cera para a parte interna do ouvido em direção ao tímpano, tampando-o e causando dificuldades auditivas.

Não se deve limpar o ouvido.

VERDADE. A cera que é produzida pelos ouvidos, não é sujeira, é proteção. Ela impede a entrada de água. Além disso, na composição do cerume existem substâncias que matam as bactérias que podem causar infecção. O recomendável é depois do banho limpar os ouvidos apenas com a ponta da toalha.

A audição pode ser afetada por aparelhos como celulares e mp3.

VERDADE. A audição pode ser afetada de duas maneiras: primeiramente pelo uso excessivo - pela exposição excessiva ao som. Usualmente os aparelhos celulares vem com calibração de fábrica que impede exposição acima de 80 ou 85 decibéis. Porém, os aparelhos hoje, são smartphones e o usuário pode assistir um filme ou escutar música. Nessa situação de modo geral, é usado fone de ouvido ou headphone; e então a exposição pode ser muito maior. Isso pode causar lesão da audição por exposição. Esse tipo de lesão ocorre de maneira lenta e é irreversível. Outro motivo que nos preocupa é o fato do celular ser um emissor de ondas eletromagnéticas. Teoricamente na frequência em que o celular trabalha não haveria lesão por esse motivo. Mas sabemos que há celulares "piratas" que entram no país sem certificação e possivelmente podem lesar as células do organismo (não só as da audição). Há indícios de que isso possa estar ocorrendo.

Para secar/ retirar a água do ouvido é recomendado azeite ou álcool.

MITO. A água seca naturalmente. O uso dessas substâncias danifica o ouvido e pode causar eczema. No máximo, balance a cabeça.

Zumbido no ouvido pode ser sintoma de alguma doença.

VERDADE. O zumbido quando é persistente deve ser investigado, pois pode ser sintoma de outras doenças como diabetes, distúrbio de colesterol e perda de audição. Ele é um sintoma e não uma doença.

Infecções no ouvido podem provocar perda de audição.

VERDADE. Uma infecção bacteriana do ouvido pode produzir um líquido que permanece no ouvido e prejudica o tímpano, causa a formação de pus e acarreta na perda de audição.

Ouvido tampado é sinal de surdez.

MITO. A sensação de ter o ouvido tampado pode ser causada pela diferença de pressão atmosférica entre o litoral e as outras cidades não litorâneas. Além disso, ela é comum quando estamos com gripe. O excesso de cera também traz esta sensação de ouvido tapado.

Dar mamadeira para o bebê deitado aumenta a chance de a criança ter otite. 

VERDADE. Sim, a tuba auditiva da criança, canal que liga o fundo da boca e do nariz com o ouvido, tem uma conformação mais horizontal. Assim, quando você dá a mamadeira para a criança deitada, há um aumento no número de bactérias pra parte média do ouvido. Portanto, o ideal é amamentar a criança sentada.

O fator envelhecimento acarreta na perda de audição.

VERDADE. A perda decorrente do envelhecimento natural das células de audição é variável. Em média entre os 60 e 70 anos todas as pessoas têm uma leve perda de audição, sendo comum ocorrer a diminuição da percepção dos sons agudos.

Há outros fatores que não o envelhecimento que podem acelerar na perda de audição.

VERDADE. Há a sobreposição de outros fatores que podem acelerar o processo de perda de audição. Entre eles estão: a exposição a ruídos, substâncias inaladas e o uso de tabaco. Além disso, há outro fator importante: o ambiente ocupacional de trabalho. Se ele propiciar uma exposição ao barulho com muita intensidade, pode haver uma sobreposição de causa.

Fonte: Dr. Arthur Castilho, otorrinolaringologista da UNICAMP.

24 comentários:

  1. Odeio fones de ouvido!
    Agora ficar sem limpar a orelha (com cotonete) nao consigo....rsrs....nao enfio la dentro, mas acho um horror a pessoa que sai com a orelha cheia de cera....kkkkk

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ahahahahah....
      Dani, eu entendo! Fica como alerta para quem gosta de ficar cutucando, sabe? rs
      Beijos

      Excluir
    2. Eh verdade, nessa vida ja vi gente enfiando ate palito de fosforo no ouvido...rsrs...sem falar naqueles que tem a unha do mindinho super comprida e enfia la dentro....eca...........

      Excluir
  2. Ótimas dicas, tem muita coisa que é mentira e a gente acha que é verdade rsrsrs

    Concordo com a Dani, ta,bém não consigo ficar sem limpar o ouvido, sempre passo cotonete, mas passo com bastante cuidado

    Beijo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exatamente, Carol.
      Todo cuidado é pouco, sabe?
      Beijos

      Excluir
    2. Com toda certeza :D

      Beijoo

      Excluir
  3. Ótimas dicas,icar sem limpar a orelha (com cotonete) nao consigo....rsrs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ninguém consegue, Tati.
      Mas é tirar o superficial mesmo. Sem cutucar, entendeu?
      Beijos

      Excluir
  4. Faltou falar sobre a surdez seletiva dos filhos...rsrs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vamos falar!!!! Vou falar com o médico! Obrigada pela dica, Mi :-)
      Beijos

      Excluir
  5. Acho que pessoas que falam muito alto são as que têm algum probleminha auditivo, parece que elas não conseguem escutar a si próprias.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É exatamente isso, Mi.
      E é super chato, né?
      Beijos

      Excluir
    2. Eu fiz um mês de aula de canto e tinha uma técnica em que o professor mandava a gente ensaiar em casa com um balde na cabeça para podermos nos ouvir e saber se estávamos desafinando ou fora do compasso.E funciona mesmo! rsrs

      Excluir
    3. Ahahahah! Que legal! Vou testar.... kkkkkk
      Beijos

      Excluir
  6. Temos que ter muito cuidado com o nosso ouvido!! Depois que sofre danos, não tem como reverter a situação!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não tem mesmo, Isabel. E como é triste perder a audição!
      Beijos

      Excluir
  7. Tem q cuidar bem do ouvido mesmo!
    Eu ñ me lembro de ter tido uma dor de ouvido na vida até esse ano.
    É horrível!
    Coisa q deixa a gente louca.
    Amei essa matéria!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nossa deixa qualquer um desorientado. Imagine os bebês?
      Beijosssss

      Excluir
  8. Qnto a perder a audição...Acho q a natureza é sabia...Tem coisa q é melhor ñ ouvir :)))
    Meu avô está com 99 anos. Saúde física e mental perfeita.
    Mas tem q usar aparelho para audição. Que ele liga/aumenta só qndo interessa para ele :)))

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ahahahah! Ele é que está certo, viu?
      Beijos

      Excluir
  9. Morri de rir agora, So.Vovô esperto seu...kkkkk

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. kkkkkkkkk........morri de rir tambem!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
      Tenho um primo que usa aparelho mas eh horrivel falar com ele, normalmente ele liga sem o aparelho e comeca a falar, falar e nao nos escuta.....rsrs
      Lembro que ele ligava e dizia: Vou pra sua casa hoje, dai nos falavamos que nao tinha ninguem em casa, que era pra ele ir depois de tal horario, ele respondia assim: Ta bom, ja to chegando e desligava o telefone.....kkkkkkk

      Excluir
    2. Ahahahahah
      Estou rindo da So e da Dani.... Que situação!
      Beijos, garotas!

      Excluir

Em breve responderei o seu comentário! Obrigada :-)

 
Copyright 2013 Mamães Vaidosas por Edi Mariano