quarta-feira, julho 30, 2014


Menos teoria, mais amor!




Vocês já pararam pra pensar que ultimamente as pessoas tem vivido muito mais em busca de teorias e fórmulas para viver e que estas acabam deixando de lado a praticidade e as experiências da vida? Pois é, nos últimos dias fiquei pensando muito acerca do assunto, principalmente pelo fato de ver tantos autores, médicos e outros profissionais por aí, orientando as mamães para não deixarem os seus filhos se acostumarem a dormir na sua cama, a não deixarem os filhos invadirem o seu espaço, a não deixarem o filhos ficarem mal acostumados por chorarem e logo serem atendidos pelos pais, além de muitos outros conselhos que lemos e ouvimos por aí. E diante de tantas proibições e alertas, comecei a refletir se não estaríamos sendo precipitados e ignorantes quanto a tais atitudes, visto que a infância da criança é única e passa num estalar de dedos. Verdade seja dita, eles não serão bebês para sempre, não terão o cheirinho gostoso de leite para toda a vida, não serão dependentes dos pais e precisarão de seu acolhimento eternamente e que se não aproveitarmos e curtirmos essa fase no momento real, não o faremos nunca mais. Vocês já pararam pra pensar nisso? Outra coisa, vocês já se atentaram para o fato de que as mesmas pessoas que nos aconselham a agir assim já o fizeram e já curtiram todos esses momentos junto aos seus filhos? Pois é, colocando a cabecinha pra funcionar por aqui, fiquei imaginando daqui a 20, 30, 40 anos, quando meus filhos já estiverem na fase adulta, prestes a passar pela mesma fase que nós, e eu com uma idade madura a caminho dos meus últimos anos de vida, sem ter curtido o meu fruto, um pedaço meu, o meu amor. E em razão de tanto pensar e de visualizar vários momentos, eu eliminei da minha vida todo e qualquer agente complicador que me impeça de desfrutar de todos os momentos da vida dos meus filhos, seja ele qual for, e de fato viver todas as suas fases, da melhor forma possível. Sim, eu quero dormir abraçadinha com a Emmie, da mesma forma que já o fiz com Eduardo. Eu quero curtir o seu cheirinho de leite azedo no meu colinho, mesmo que para isso, ela fique "mal acostumada" e a partir dali só aceite dormir no meu colo, sendo embalada pelo meu amor, afeto, calor e alegria. Sim, eu vou continuar babando nela e quando ela chorar, sim, eu sairei correndo para saber o que está acontecendo, mesmo que seja um simples resmungo, um sonho, ou a vontade de soltar um pum e não conseguir. Eu quero e vou curtir a minha família, meus dois amados filhos, meu marido, e não vou me culpar e me arrepender por isso, porque fulano disse que isso não está certo ou porque ciclano disse que eu não estou fazendo isso direito. E todas essas teorias do fulano e do ciclano, bem, essas teorias e essas chatisses todas, eu deixo inteiramente para eles, da forma que melhor atende-los, porque para mim não mais servirão e muito menos serão ouvidas, lidas e muito menos aplicadas por aqui. Porque meu bem, eu quero mais é viver e ser feliz. E para alcançar a felicidade e desfrutar dos bons momentos, teoria nenhuma me ensinará ou fará por mim. E diante tanto pensar, tanto sentir, tanto viver e desejar, eu já assumi o controle e vou procurar o melhor para mim, para eles, para nós. Porque aqui o único que reinará será o amor, somente ele!

E aí, bora viver? Bora cheirar o cangotinho azedo dos nossos bebês? Bora dormir abraçadinha com os nossos pequititos? Bora ser feliz? 

Beijos


6 comentários:

  1. Amei <3
    Ate hj durmo com meus bebes!!!!!!
    Nao me imagino deixando meu bebe em outro quarto, sozinho, sem saber o que esta acontecendo...
    Sim, ate hj acordo na madrugada para ver se estao bem, com frio ou calor, se estao respirando (nos mamaes temos essa mania de olhar a respiracao dos filhos todo o tempo que dormem)...
    O tempo passa tao rapido, logo se tornarao adultos e eu quero aproveitar cada segundo ao lado deles, e qdo se tornarem adultos, desejo que tenham otimas lembrancas da infancia, cheio de amor e carinho!!!!!
    E espero que dacam o mesmo qdo tiverem seus proprios filhos<3
    Bjos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Dani, amei tudo o que disse. E ri aqui sobre conferir a respiração. Faço isso com os dois o tempo todo…. rsrs
      Agora que a Emmie chegou, eu fico de um lado para o outro conferindo se estão cobertos, quentinhos, confortáveis e quando vejo já amanheceu o dia. rs
      Isso sem falar na amamentação e troca de fraldas durante a madrugada. Não consigo deixar a minha pequena dormir com fralda suja não.
      Olha, se isso for errado e não for amor, então não sei mais o que pode ser…..
      Beijossss

      Excluir
    2. Toca aqui Edi 0/, somos iguais!!!! Hehe
      Eu tambem ficava trocando a fralda dos meus babys na madrugada, mesmo que estivessesm dormindo!

      Excluir
    3. E não fazemos mais que a obrigação, né, Dani? Colocamos os filhos no mundo pra cuidar, dar assistência, amar e zelar!
      Beijosssss

      Excluir
  2. Teoria que fique só no papel... tbm aqui faço tudo do meu jeitinho, durmo com meu menino no quarto dele até ele embalar no sono e depois vou de mansinho pro meu quarto.... Se me chama atendo prontamente mesmo que eu acorde a solavancos tropeçando em tudo rssss... O amor deve reinar acima de tudo, as teorias e excesso de informação estão deixando o mundo do jeito que tá.... Sem AMOR.... assino embaixo em tudo que vc expressou....

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Lindo, Eli! Está certíssima e tem uma amiga que faz exatamente o mesmo por aqui. Isso é amar, ser mãe, se doar! O resto é resto e os outros são apenas os outros.
      Beijos

      Excluir

Em breve responderei o seu comentário! Obrigada :-)

 
Copyright 2013 Mamães Vaidosas por Edi Mariano