quarta-feira, dezembro 17, 2014


Repelentes na gravidez

Verão chegando e os mosquitos fazem a festa! O calor e as chuvas aceleram o ciclo biológico dos mesmos,levando à sua proliferação nessa época do ano. Isso é válido também, e particularmente preocupante, para o mosquito da dengue.Sabemos que essa doença é uma realidade no Brasil, e a grávida (nem ninguém!) não pode nem pensar em passar perto. Então, como fazer para se proteger? Medidas preventivas são importantes, e entre elas, destacam-se: 

- Ter maiores cuidados nos horários do dia em que os mosquitos estão mais ativos, que são o amanhecer e entardecer (fechar as janelas);

Usar roupas que cubram mais o corpo (mangas e calças compridas), quando for possível! Pois sabemos que o calor nem sempre permite;

- Evitar roupas com cores vivas ou estampas florais fortes. Alguns estudos mostram uma maior atração dos mosquitos pelas cores vibrantes.

- Evitar perfumes, sabonetes e xampus muito cheirosos ou que deixem seu perfume por muito tempo. Aparentemente, o odor desses produtos pode atrair os mosquitos;

- E finalmente, usar repelentes nas áreas expostas do corpo.

E aí vem mais uma pergunta: que tipo de repelente a grávida pode usar? 

A maioria dos repelentes no mercado é à base de dietil toluamida (DEET),uma substância eficaz que começou a ser utilizada pelo exército dos EUA há mais de 50 anos. Seu uso em concentração até 50% não está contra-indicado na gravidez. Ainda assim, aconselho o uso em concentrações baixas, para evitar as possíveis alergias na pele mais sensível nessa fase. Quanto maior a concentração de DEET, maior o tempo de ação, e não a sua potência. Alguns estudos mostram que concentrações acima de 30% não trariam grandes vantagens em termos de duração da ação do repelente.

A icaridina (princípio ativo encontrado na pimenta) é outra substância repelente eficaz, além de ser a mais duradoura disponível. Em concentração de 10% confere proteção por 3 a 5 horas. Em 20%, de 8 a 10 horas. 

IR3535 é outro repelente que pode ser usado, inclusive por crianças acima de 6 meses. Porém, estudos revelaram um tempo médio de proteção curto.

E os repelentes naturais? São tantas as receitinhas mágicas que vemos na internet, que a gente acaba sem saber ao certo o que realmente funciona. Mas em resumo, substâncias alternativas, como frutas cítricas, cravo-da-índia e óleo de soja apresentam efetividade pobre e incerta, e não são recomendadas. Entre esses repelentes naturais, aparentemente as velas de andiroba possuem uma boa ação, mas atuam somente na área ao seu redor, e esta área tem que ser pequena e fechada. A citronela, muito difundida, também tem ação repelente, mas de curtíssima duração, assim como o óleo de eucalipto. Por isso, esses ativos acabam não fornecendo uma proteção segura.

A ANVISA (agência que regula o registro e comercialização de produtos e medicamentos no Brasil) exige que os produtos registrem no rótulo os cuidados e contra-indicações. Portanto, desde que o produto tenha registro na ANVISA e não contenha no rótulo nenhuma advertência, pode ser usado na gestação. Mas o número máximo de aplicações por dia (indicado no rótulo) deve ser respeitado! 

Os repelentes eletrônicos, que emitem ondas ultrassônicas, não possuem ação comprovada. Na verdade,esses aparelhos de tomada têm eficácia reduzida, sendo mais indicados para ambientes pequenos (10 a 20 m²), e ligados com 1 hora de antecedência. Ainda assim, apenas como coadjuvantes. Manter os ambientes refrigerados com ar-condicionado é outra boa forma de afastar os mosquitos.

Gostaria de acrescentar, que na minha conduta como médica, recomendo que as gravidinhas evitem ao máximo o uso de produtos em geral no primeiro trimestre (12 semanas). Usem repelente apenas se houver realmente necessidade, e sempre com liberação e orientação do seu médico. Isso porque essa é a fase mais delicada da gestação, e merece mais cautela.

Algumas orientações para aplicação correta do repelente:

- Use uma quantidade suficiente para cobrir toda a pele exposta (áreas descobertas). Lembrar, por exemplo, que se passar no pescoço e esquecer da nuca, você continuará vulnerável; 

- Não economize na aplicacação, mas também não exagere. Colocar mais repelente não aumenta sua potência ou tempo de ação;

- Não use repelente em área onde a pele esteja irritada, com algum ferimento ou corte;

- Não usar por baixo da roupa, pois o suor pode aumentar a absorção. Nesse caso, pode-se aplicar SOBRE a roupa;

- Não usar repelente para ir à praia e tomar sol. Não se sabe ainda como essa substância reage quando exposta ao sol.

- No uso concomitante com o protetor solar, aplique primeiro o protetor, espere a sua completa absorção (15 a 20min), e só então aplique o repelente. 

Por último, depois de tudo bem entendido, vamos às minha indicações! Antes, tenho uma reclamaçãozinha a fazer: os repelentes, em sua maioria, vêm com perfume em sua formulação. E isso, como já vimos, não é bom, pois acaba atraindo os mosquitos. Dito isso, tenho 3 opções que gosto e considero mais indicadas para grávidas:

Repelentes na  gravidez


- Exposis Gel: composto por 20% de icaridina. Não contém perfume e o tempo de ação é de até 10 horas. Meu preferido!

Repelentes na  gravidez

- Super Repelex Loção: composto por 14,5% de DEET e possui pouco cheiro. Tempo de ação de até 6 horas.

Repelentes na  gravidez

- Loção Antimosquito Johnson's baby: composta por IR3535. Essa tem um cheirinho de perfume,mas coloquei na lista por ter uma fórmula mais suave e sem álcool, o que seria interessante p/ as gestantes que estiverem com a pele MUITO sensível e predisposta a alergias. Tempo de ação curto, de até 4 horas.

Agora que todas já sabem como se proteger, vamos aproveitar o verão com tudo de bom que ele tem a oferecer! Sem mosquitos e com protetor solar sempre hein! Beijos


Conteúdo de autoria da Dra Vanessa Guará - Especialista em Dermatologia.

24 comentários:

  1. Amigaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa!! AMEIIIIIIIIIIII!!!! Eu já uso esse do exposis e vc só sacramentouuuuuuu...oobbrriiggaaddaaa amiga!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obaaaa! Sabe que acionei a Dra Vanessa por ter recebido o seu pedido, né?
      Super beijos!!!

      Excluir
  2. Essa vela de andiroba não conhecia.... tenho usado o repelex por aqui

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu vejo todo mundo falando super bem do Exposis! Bora testar, né?
      Beijinhos

      Excluir
  3. Pode no primeiro trimestre?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Lara, somente com orientação médica!
      Somente ele para avaliar o seu quadro!

      Excluir
  4. Estou com. 8 semanas, posso usar a loção anti mosquito??? Moro no Ceará, e depois dos casos de microcefalia, estou com medo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi querida!
      Somente o seu médico pode afirmar com segurança!

      Excluir
  5. Parecem todos ótimos falando assim, mas e os parabenos??? Fui comprar e só o Exposis tem cinco tipos diferentes de parabenos! O super repelex também continha, porém comprei o Kids que não continha parabenos! Quanto as Exposis Kids não fiquei muito segura pois ele dava uma "resumidinha" na descrição da composição mas parece melhor que o outro Exposis...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, querida!
      De modo geral, repelente já não é natural, né?
      Neste caso, recomendo sempre a orientação médica!
      Beijos

      Excluir
  6. Parecem todos ótimos falando assim, mas e os parabenos??? Fui comprar e só o Exposis tem cinco tipos diferentes de parabenos! O super repelex também continha, porém comprei o Kids que não continha parabenos! Quanto as Exposis Kids não fiquei muito segura pois ele dava uma "resumidinha" na descrição da composição mas parece melhor que o outro Exposis...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, querida!
      De modo geral, repelente já não é natural, né?
      Neste caso, recomendo sempre a orientação médica!
      Beijos

      Excluir
  7. TEM PARA VENDER O EXPOSIS? PRECISO URGENTE!!

    ResponderExcluir
  8. Dra adorei o texto muito didático! Parabéns! Estou com apenas 5 semanas. Posso usar o repelente? Percebi que você não recomendou quem tivesse no primeiro trismestre de usar, porém fico em dúvida com essa triste proliferacao do Zika vírus, o que devo fazer? Tem algum mais leve que vc recomenda para esse período? Obrigada

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, querida!
      Por favor, antes de qualquer coisa, consulte seu médico! Não use nada sem recomendação médica!
      Beijos

      Excluir
  9. Eu coloquei o repelente topz hidratante para a família, apliquei nas áreas expostas e fiquei com a pela muito irritada e quente estava com 6 semanas de gestação fiquei com muito medo, agora uso o repelex em espley achei bom , apesar de ser poucas horas apenas 4 horas :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, querida!
      Repelente deve ser usado sob recomendação médica. Aqui apenas indicamos alguns de nosso conhecimento, mas durante a gestação, somente com autorização, ok?

      Excluir
  10. Gostei muito, porém estar muito difícil encontrar nas farmácias.estou gestante.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, querida! Realmente com esses surtos, eles sumiram das prateleiras, mas agora as marcas já estão solucionando e disponibilizando em maior quantidade.
      Beijos

      Excluir
  11. Gostei muito, porém estar muito difícil encontrar nas farmácias.estou gestante.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, querida! Realmente com esses surtos, eles sumiram das prateleiras, mas agora as marcas já estão solucionando e disponibilizando em maior quantidade.
      Beijos

      Excluir
  12. Tem algum problema uma grávida usar Exposis Extreme?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Antes de mais nada, precisa consultar a sua médica. Não use em autorização, ok? Muitos são tóxicos!
      Portanto, cuidado!
      Beijos

      Excluir

Obrigada por comentar! Em breve, retornaremos! :-)

 
Copyright 2013 Mamães Vaidosas por Edi Mariano