quinta-feira, fevereiro 19, 2015


Azelan - Ácido Azeláico

Para tratar acne, cravos e espinhas durante a gravidez e durante a amamentação, obtive a liberação médica (tanto obstétrica como pediátrica), para utilizar Azelan Gel da Bayer. O produto que tem como princípio ativo o ácido azeláico, é um dos únicos produtos liberados para esta finalidade e no meu caso, ajudou muito a tratar e evitar a formação de novos comedões.

Azelan - Ácido Azeláico

O que a marca diz:

O ácido azeláico inibe o crescimento de bactérias do gênero Propionibacterium (Corynebacterium acnes), que participam no desenvolvimento do acne, e impede a formação de ácidos graxos que estimulam esta afecção. Por atuar também sobre o processo de querotinização das células epidérmicas, o ácido azeláico pode exercer um efeito terapêutico positivo sobre a formação de comedões que se apresentam com a acne.

Indicações

No tratamento da acne vulgar, manifestada por comedões, pápulas, pústulas e cistos.

O que achei:

Para quem estava acostumada a utilizar produtos potentes como Blemish + Age Defense de Skinceuticals, até que fui surpreendida com o rápido resultado no tratamento. Isso porque durante a gravidez a minha pele ficou daquele jeito, extremamente oleosa, entupida de pontos pretos no nariz, e com muita incidência de espinhas e acne na região do queixo, bochechas e pescoço. Aguentei a onda até o quarto mês gestacional mas depois disso não aguentei mais e pedi socorro para a minha gineco que prescreveu Azelan, o qual só passei a utilizar depois do respaldo do pediatra também. Em se tratando de situação tão delicada, nunca vou na primeira opinião e isso não significa que eu não confie no meus médicos, mas realmente prefiro que ambos tenham o mesmo pensamento, caminhando juntos e de forma consciente. Enfim, na primeira semana de uso do ácido azeláico, senti nítida melhora, principalmente no queixo e pescoço. A situação da minha pele estava gritante e aos poucos ela foi ficando com aspecto melhor, mais limpa e clara. Outro detalhe que descobri ao longo do tratamento é que o produto também tem ação clareadora, contribuindo assim para maior efetividade do tratamento, principalmente quando pensamos nas manchas ocasionadas por acne e espinhas. O produto tem a textura bem leve, é rapidamente absorvido, não tem cheiro e durante as primeiras semanas de tratamento pode ocasionar sensação de pinicação e coceira, que vão regredindo durante o tratamento. No meu caso, senti o queixo mais sensível e com leve descamação, mas nada que chegasse a incomodar ou doer. Já no nariz, bochecha e pescoço, regiões nas quais eu aplicava quantidade menor do produto, não senti nada de diferente.

Sinceramente, eu fiquei muito feliz a ação do produto, principalmente por secar aquelas espinhas vermelhas e infeccionadas rapidinho e evitar o risco de manchas no local. Ressaltando para o detalhe de que eu faço uso do produto somente nos locais afetados, uma vez por dia (noite), e em baixíssimas quantidades. Aplico o suficiente para cobrir a lesão e em seguida lavo as mãos para não ficar com excesso de produto na pele e não sofrer o risco de descamação dos dedos.

Pesquisando nas lojas virtuais, constatei que o produto tem o preço médio de R$ 50,00 com conteúdo de 30 gramas e que deve durar até a sua validade ou mais, uma vez que a sua finalidade é específica e como disse anteriormente, deve ser aplicado somente na região da lesão e em pequenas quantidades.

Então para as gravidinhas e lactantes que estão se descabelando sem saber o que usar, sugiro que consultem os médicos de sua confiança e perguntem acerca Azelan, citando inclusive que o seu princípio ativo faz-se do ácido azeláico, facilitando assim a identificação e liberação ou não do uso do produto.

Por aqui, justamente pela eficácia do produto, continuarei usando mesmo após o desmame. Aprovadíssimo!

Beijos



4 comentários:

  1. Tenho a pele super oleosa também sofro muito com cravos e espinhas, adorei a dica...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Liiiii, esse gel é maravilhoso porque ainda ajuda a clarear manchinhas. Eu adoro! Beijossss

      Excluir
  2. Oi Edi, vi em um post seu mais antigo que vc usava um produto da lancome, o visionnaire. Estou grávida e uso alguns produtos de rotina diária como o próprio genefique, visionnaire, eye e serum e queria saber se vc cortou o uso desses produtos durante a gestação. Estou com muitas espinhas e vou fazer um mês de gestação agora. Abraços, Ana

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Ana

      Durante a gravidez, principalmente nos três primeiros meses, eu não usei praticamente nada. Abri mão de todos os cremes e usava exclusivamente produtos para gestantes. Se eu fosse você, faria o mesmo e não arriscaria. Nesta fase o bebê ainda está se formando e não podemos correr riscos. De qualquer forma converse com o seu obstetra e peça ajuda. No começo é normal o rosto ficar bombardeado de espinhas, pois os hormônios estão a mil e o organismo responde. Tenha paciência porque depois as coisas melhoram e fica mais seguro para usar produtos. Espero te-la ajudado! Um beijo e parabéns! <3

      Excluir

Em breve responderei o seu comentário! Obrigada :-)

 
Copyright 2013 Mamães Vaidosas por Edi Mariano