quarta-feira, abril 22, 2015


Deixando de amamentar

Nunca imaginei que tal momento chegasse tão rápido e me destruísse tanto, como ocorreu agora. Infelizmente por motivos de saúde e alheios a minha vontade, fui obrigada a entrar em processo de desmame da Emmie (conforme havia desabafado anteriormente), cortando assim um dos laços mais bonitos e importantes da maternidade. 

Eu sempre amei amamentar, desde o meu primeiro filho, para mim não há ato mais humano, gentil e abençoado que a amamentação. Ter aquele pedacinho seu nos braços, o acalentando, o protegendo e o alimentando com amor, com carinho, com ternura, é algo inesquecível na vida de uma mullher. 

Por isso, quando o médico me orientou a suspender a amamentação imediatamente, eu simplesmente morri por dentro. Foi um choque tão intenso que eu entrei em desespero dentro de mim e não sabia como lidar com a situação. Chorei muito e confesso estar chorando até agora, pedi perdão a Deus e a minha filha por ter que cortar a amamentação de forma tão abrupta e cruel, conversei com ela, tentei reverter a situação para continuar amamentando, mas por motivos de força maior, não tive outra opção. 

Emmie agora tem 10 meses completos e a minha intenção realmente era continuar amamentando sem data pra parar. Mas, se as coisas tiveram que tomar este caminho, mentalizei que ele foi escolhido por Deus e que de certa forma seria até mesmo para proteger a minha pequena. Ela precisa de mim saudável, forte, com disposição e do jeito que as coisas estavam caminhando, eu não conseguiria dar o melhor de mim para ela. Além de ter adoecido, estou há 10 meses sem dormir por mais de três horas seguidas por noite. Aliás, dormir três horas seguidas virou artigo de luxo por aqui e quando isso acontece, eu fico incomodada achando que aconteceu alguma coisa com a bebê. Enfim, o processo não está sendo nada fácil para mim, mas para ela até que está tirando de letra e ontem passou o dia inteirinho sem procurar o leite materno. Acordou, tomou a fórmula, depois comeu frutinha, almoçou, tomou banho, tomou fórmula novamente, comeu mais uma fruta, jantou e finalizou com outra mamadeira. Agora estou torcendo para que durma melhor durante a madrugada e que não tenha aquela necessidade de ficar procurando o bico do peito para dormir. Sim, eu a acostumei errado demais e não escondo isso. Toda vez que ela chorava, a primeira coisa que passava pela minha cabeça era abrir a camisa e oferecer-lhe o peito. Errado, sim, mas um erro com tanto amor que não me pesa a consciência.

Sei que muitas mamães são obrigadas a interromper a amamentação antes para voltar ao trabalho ou pelo leite ter secado e fico imaginando o quão mais difícil e doloroso deva ser. Na minha situação ainda tenho a comodidade de estar em tempo integral ao lado da minha filha, mas para quem não pode, deve ser algo avassalador mesmo. 

Agora estou me apegando a idéia de que pra ela será muito melhor, pela maior independência que ganhará não precisando da mãe toda vez que sentir fome, por começar a entender que eu não preciso amamenta-la para que ela se sinta segura, e amada e principalmente porque ela precisa de mim tão forte quanto ela. Então, dentro destas condições, sei que dei o melhor de mim e que fiz tudo o que podia e o que não podia para a minha filha. 

E para acalmar o meu coração e a minha alma, entrego todos os meus sentimentos e pedidos de ajuda para Deus. Só ele conseguirá me libertar de tal peso e me fazer ter a real consciência de que estou agindo de forma correta.

Acho que chorei tanto na noite passada que ele me ouviu e fez a minha pequena passar o dia de forma serena, sem procurar o leite e sem ficar agitada porque não dormiu no bico do peito. As coisas simplesmente aconteceram e estou imensamente grata por isso.

Pois bem, se alguém acha que a vida de uma mãe é fácil ou que nós complicamos demais, precisa estar no nosso lugar para conhecer exatamente a nossa rotina e sentir na pele tudo que sentimos, aprender a abrir mão das coisas como abrimos e no final do dia ainda ter em mente que não fez tudo o que precisaria para aquele dia. Eu durmo toda noite com este sentimento e acordo querendo fazer mais, compensar o dia passado e agora nesta situação, penso ainda mais nisso. Será que estou sendo a mãe ideal para os meus filhos? Será que eles recebem exatamente aquilo que precisam para crescerem amados, seguros e confiantes? No meu coração, está escrito que sim, já na minha mente ouço que preciso melhorar. Então para entrar numa sintonia positiva e ter mais confiança em mim, entreguei o meu medo, a minha angústia e todas as minhas dúvidas nas mãos de Deus, e assim como ele tem me confortado em relação ao desmame, que me alivie a dor da culpa e da cobrança e abra espaço para a compreensão, a paciência e a serenidade. Acredito que desta forma conseguirei me transformar numa pessoa melhor e ser uma mãe ainda melhor para os meus filhos. 

E que Emmie entenda que a mamãe fez o que fez por necessidade e que continuará a amando da mesma forma por toda a eternidade!

Alguém mais passando por isso?

Beijos


#amamentação #desmame







4 comentários:

  1. SINTA-SE ABRAÇADA...
    Não consigo imaginar como estás sofrendo, mas sou solidária. Um beijo grande.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aruanda, você é um anjo! Muito obrigada por tanto carinho!
      Beijos

      Excluir
  2. Edi amada amiga!!! Não se sinta tão culpada assim e mt menos se auto criticar de forma tão automatizada.... dar o peito quando a Emmie chorava é um ato instinto maternal...eu mesmo fiz isso e não me arrependo!! Por favor amiga, jamais coloque em dúvida os atos de amor!!! Dane-se o q a sociedade diz, porque quem vive a situação é você!! Imagine se vc fosse uma robozinha com todo o blá blá blá de "regras", o desmame seria perfeito? Não sei...só sei que a pequena grande diva Emmie entendeu o teu sacrificio e agora está pronta para mais um degrau de aprendizado: ajudar a mamãe linda, poderosa, amorosa, dedicada, humana a ter saúde 200% para os desafios que ela passará com todo louvor!!! Acredite amiga, não é fácil, mas é possível ser a MELHOR MÃE para seus filhos!!! Seja mt feliz e se recupere logo!! Abraçãoooo da sua admiradora!! Bjs bjs bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amiga, foi Deus quem te colocou no meu caminho! Muito obrigada por existir! Você emana LUZ!
      Beijos <3

      Excluir

Em breve responderei o seu comentário! Obrigada :-)

 
Copyright 2013 Mamães Vaidosas por Edi Mariano