quarta-feira, junho 01, 2016


Pedido de socorro - Subtração de Incapazes

Hoje vim deixar um desabafo e um pedido de socorro para vocês. Depois de praticamente 7 anos de união, estou separada, e logo após o fato, acabei descobrindo que estava grávida do terceiro filho. 

Resumindo a separação para que entendam um pouco o que estou passando dentro do que posso contar, informo que como houve situação de agressão dentro de casa, fui protegida através da Lei Maria da Penha, a qual me cedeu uma medida protetiva de afastamento do meu ex marido, que não pode me ligar, chegar perto, frequentar os mesmos lugares e/ou me ameaçar. 

Acontece que o meu ex marido não aceitou ter o nome envolvido num processo criminal e em função disso, decidiu covardemente me retaliar, procurando um médico amigo do seu pai, e solicitando ao mesmo, um atestado falso, o qual me interdita e expõe falsamente que o meu filho sofre com transtornos psicológicos devido a sofrer agressão de minha parte. Ou seja, disse que sou "louca", violenta e que não sirvo para os meus filhos. Com base nesse atestado e em dois testemunhos falsos alegando que tentei suicídio, o pai do meu ex, correu no fórum, se fazendo de vítima, e contou ao juiz a versão que quis, apresentando tais documentos falsos e covardemente, arrancando a guarda das crianças de mim. No dia 20/05/2016, os meninos foram levados de forma abrupta, juntamente com um oficial de justiça e força policial, e desde então NUNCA MAIS OS VI, não tenho notícias, diariamente procuro saber como estão, mas ninguém, absolutamente ninguém me informa. 

Como toda mentira tem perna curta, meus advogados apresentaram a verdade em juízo, e conseguiram assim, reverter a guarda a meu favor, ou seja, no dia 25/05, a desembargadora devolveu a guarda de Emmie e Eduardo para mim. O que eu achava que fosse ter sido solucionado, foi apenas o começo de uma guerra, pois além do pai Eduardo Antônio Couto Fortes, não devolver os meus filhos, se evadiu com os mesmos e encontra-se foragido desde então. Meus filhos estão sumidos, sem contato e proteção da mãe, sem saber como estou sofrendo com a ausência deles, sem saber a verdade, sofrendo alienação parental, tendo como cúmplices, os avós paternos, Elmo Antônio Fortes, Lídia Maria de Neiva Couto Fortes, o tio Bernardo Antônio Couto Fortes e a tia Paula de Neiva Cordeiro Couto Fortes. Eles estão acobertando Eduardo, o qual está cometendo o crime de Subtração de Incapazes, Artigo 249 do Código Penal. 

A decisão emitida por uma Desembargadora está sendo ignorada, sendo que Eduardo além de não cumprir um mandado da justiça, está fazendo pouco caso e deboche com a mesma.

Enfim, como já não sei mais o que fazer para recuperar os meus anjos, venho suplicar para que compartilhem a minha dor em suas redes sociais, e que juntos, possamos localizar, Eduardo Mariano Couto Fortes e Emmie Mariano Couto Fortes, e os traze-los para casa em segurança, onde a mãe aflitamente os aguarda!


Por favor, me ajudem! Conto com vocês!


Quem tiver informação do paradeiro das crianças ou de um dos nomes citados acima, favor me informar pelo e-mail edi.fortes@gmail.com. A polícia deverá ser acionada imediatamente, e o caso informado, para que resgatem as crianças! 



Muito obrigada!

Edinéia Mariano

0 comentários:

Obrigada por comentar! Em breve, retornaremos! :-)

 
Copyright 2013 Mamães Vaidosas por Edi Mariano