sexta-feira, junho 09, 2017


Saiba que exames devem ser realizados antes do bebê deixar a maternidade

Antes de terem alta da maternidade é recomendado que os bebês passem por uma série de exames simples e rápidos, que previnem e diagnosticam algumas doenças, além de assegurar que esteja tudo certo no desenvolvimento da criança.

O mais conhecido – além de obrigatório – é o Teste do Pezinho, mas existem outros procedimentos indicados no pós-parto. “Esses exames são importantes, pois são testes de triagem que já identificam se existe algum problema”, explica o médico pediatra da Paraná Clínicas e coordenador da UTI neonatal do Hospital Santa Cruz, Dr. Ênio Torricillas. “Caso haja alguma alteração, o bebê é encaminhado para um especialista e já passa por um acompanhamento, para não ter complicações futuras”, afirma.

Segundo o pediatra, a recomendação geral é que os bebês passem por esses exames antes de deixarem a maternidade. “O nosso papel como médico é orientar, mas quem toma a decisão final é a família”, aponta.

Conheça alguns dos procedimentos recomendados no pós-parto:

Teste do pezinho

É obrigatório por lei e gratuito. É feito um furinho no calcanhar do bebê, para coletar gotas de sangue, 48 horas após o nascimento da criança.

O teste é realizado pela enfermagem e serve para detectar seis doenças: fenilcetonúria, fibrose cística, hipotireoidismo, anemia falciforme e outras hemoglobinopatias, hiperplasia adrenal congênita (HAC) e deficiência de biotinidase.

A versão mais completa deste exame é chamada de “teste do pezinho ampliado” e diagnostica vinte e três doenças. Só é solicitado caso o médico identifique a necessidade.

Teste do olhinho

Este teste é realizado pelo oftalmologista e pode ser feito assim que o bebê esteja de olho aberto, geralmente nas primeiras 48 horas de vida.

Diagnostica doenças como a catarata congênita e o glaucoma, que podem levar à cegueira se não forem tratadas precocemente. Um feixe de luz é direcionado no olho do bebê, e deve mostrar um reflexo vermelho na pupila da criança, indicando que está tudo certo com a saúde ocular.

Teste da orelhinha

Este exame serve para diagnosticar problemas de audição e deve ser realizado por um fonoaudiólogo, antes da alta do bebê na maternidade.

Um aparelhinho similar a um fone é colocado na orelha da criança, emite um som e espera o cérebro responder aos estímulos.

Teste do coraçãozinho

Deve ser realizado pelo pediatra, após o bebê ter 24 horas de vida. É uma prevenção contra cardiopatias congênitas.

Esse teste é realizado por meio de um aparelho, que é colocado na mãozinha direita e no pezinho esquerdo do bebê. É medida a concentração de oxigênio no sangue. Caso seja identificada diferença entre os dois, ou taxa abaixo de 95%, o bebê pode ter uma doença cardíaca e deve passar por outros exames.

Teste da linguinha

Deve ser feito antes da alta, pela fonoaudióloga. Serve para verificar se existe um freio de língua e é realizado por meio da observação, sem aparelhos.

“Se a criança tiver a língua presa, que esteja atrapalhando, comprometendo as mamadas, por exemplo, aí o próprio pediatra já faz um pequeno corte, a frenotomia”, explica o médico.

Teste do quadril

Este é um teste físico, que faz parte do exame médico, e já é realizado pelo pediatra na sala de parto.

O médico faz movimentos técnicos nas pernas e no quadril do bebê, conhecidos como Manobra de Ortolani, para verificar se existe luxação. Caso seja identificado algum problema, outros exames são solicitados e tratamentos podem ser sugeridos.

Bora compartilhar?

Beijos

0 comentários:

Obrigada por comentar! Em breve, retornaremos! :-)

 
Copyright 2013 Mamães Vaidosas por Edi Mariano